domingo, 21 de dezembro de 2014

GUINHA É ASSASSINADO - LÍDER COMUNITÁRIO FOI BALEADO NA FAZENDINHA

VIOLÊNCIA NO COMPLEXO DO ALEMÃO

Guinha - Foto-reprodução Internet

Líder comunitário e defensor da causa e dos direitos dos homossexuais nas comunidades do Complexo do Alemão, Luiz Antônio de Moura, conhecido como Guinha, tinha 41 anos e foi assassinado na tarde de ontem - sábado 20/12. O Líder comunitário foi baleado em um Centro Cultural da Comunidade, por elementos que fizeram vários disparos de dentro de um carro e fugiram em seguida sem ser presos. 

Guinha foi o fundador do Grupo Diversidade LGBT do Alemão, e denunciou em um documentário, a perseguição e violência que os GAYS sofrem por parte do tráfico a até de certas correntes evangélicas.

A Delegacia de Homicídios investiga o crime e aguarda a recuperação de um jovem que também foi baleado.

sábado, 29 de novembro de 2014

EM VÍDEO - MILITAR DO EXÉRCITO É MORTO COM TIRO NA CABEÇA POR TRAFICANTES DO COMPLEXO DA MARÉ

PATRULHA FOI ATACADA NA VILA DOS PINHEIROS
O Veículo blindado que os militares ocupavam, caiu num canal após o seu condutor perder a direção em meio ao ataque de rajad de FUZIS disparadas pelos traficantes.


O Cabo do Exército Brasileiro, Michel Augusto Mikami, 21 morreu na tarde de ontem após ser baleado na cabeça por traficantes, durante um patrulhamento de rotina na região da Vila dos Pinheiros, (Complexo de favelas da Maré) na Zona Norte da Cidade do Rio de Janeiro.

Foi a primeira morte de um integrante da Força de Pacificação (FORÇAS ARMADAS) que vem ocupando a região e sendo a principal responsável pela segurança no COMPLEXO, desde o fim de março deste ano.


Segundo as poucas informações que se tem, os militares patrulhavam a área como de costume e foram atacados por volta das 13horas com tiros disparados por supostos traficantes. Os criminosos fugiram enquanto o militar era socorrido por colegas.

Michel Augusto Mikami, foi socorrido na UPA (Unidade de Pronto Atendimento) da Maré, e em seguida foi transferido para o Hospital Central do Exército, mas infelizmente não resistiu ao ferimento.


O jovem era de Campinas - SP, e as autoridades do Estado do Rio e do Exército, manifestaram solidariedade à família pela perda da vida do soldado.

O Blog também lamenta o fato, e lamenta principalmente ter que admitir que, a tal PACIFICAÇÃO, ainda está muito longe de se tornar uma realidade. Enquanto isso continuaremos assim, meio BARRO - meio TIJOLO, com Comunidades ocupadas somente em parte pelo governo, onde o tráfico ainda ARMADO e ativo, tem força e petulância até para realizar ataques e mortes de soldados e/ou policiais.

quinta-feira, 27 de novembro de 2014

PAIOL DO TRÁFICO NA VILA VINTÉM É ESTOURADO PELA POLÍCIA - SARGENTO DA MARINHA ERA O "ARMEIRO"

ARMAMENTO DE GUERRA


A POLÍCIA CIVIL ( 6a. DP) fez uma SUPER apreensão de armas e munição em uma casa localizada próxima a comunidade da Vila Vintém na Zona Oeste do Rio de Janeiro. Na garagem da casa do sargento da Marinha, Jerônimo Ronaldo Severino Pereira, de 42 anos, foram encontrados dez fuzis, duas metralhadoras, nove pistolas e mais de 20 mil projéteis de diversos calibres. 

O material estava escondido em tonéis camuflados por um fundo falso na garagem.

O militar alegou problemas financeiros para aceitar a proposta dos traficantes e teria confessado prestar serviço de guarda e manutenção do PAIOL, recebendo cerca de R$ 2 MIL por semana. 

A apreensão do ARMAMENTO vai sem dúvida ENFRAQUECER a atuação da facção criminosa na região de PADRE MIGUEL, ao menos até que eles consigam repor as "peças" que perderam

PM É MORTO COM TIRO NA CABEÇA NA AVENIDA BRASIL

VIATURA FOI ATACADA DURANTE PATRULHAMENTO DE ROTINA NA ALTURA DE GUADALUPE


O soldado Anderson Senna Freire, lotado no 41o. BPM de Irajá, foi baleado com um tiro na cabeça, e seu companheiro de viatura, o soldado Bruno de Moraes, foi ferido no ombro, quando em patrulhamento de rotina pela Avenida Brasil na altura de Guadalupe. Levados para o Hospital Estadual Albert Schweitzer , em Realengo, o soldado Anderson não resistiu e foi a óbito, acrescentando a perda de sua vida a triste e preocupante estatística de 103 PMs assassinados durante até aqui no ano de 2014.

Segundo testemunhas, os PMs foram alvo de um ataque surpresa e não tiveram tempo de reagir. Vários elementos desceram de um veículo (Siena cor Prata) fazendo disparos que perfuraram a lataria e o vidro dianteiro da viatura policial. A foto que ilustra a matéria da bem a noção do que ocorreu. Duas perfurações em linha direta com a cabeça do policial que dirigia o veículo e uma terceira na direção do corpo / parte lateral direita do policial que ia no banco do "carona".

Os criminosos em seguida fugiram por uma via que dá acesso às comunidades do Muquiço e da Palmeirinha. A Divisão de Homicídios assumiu as investigações sobre o ataque aos policiais e o Serviço Reservado da PM também trabalha na identificação e localização dos criminosos.

OPINIÃO

O fato revela que é necessário por parte dos policiais em serviço, ou fora dele, redobrar a atenção e manter sempre a postura de NÃO RELAXAR NUNCA, (o que é sabido, até pelo cansaço dos profissionais, ser impossível) principalmente ao cruzar áreas da cidade ainda tão fortemente controladas pelo crime organizado. Revela também que, apenas dois PMs por viatura em certas regiões da cidade, torna-os alvos fáceis de ataque, sempre em desvantagem numérica em relação aos criminosos. É preciso uma revisão completa do sistema de policiamento ostensivo feito pela Polícia Militar. Está na hora, ou já passamos dela faz tempo, de usar mais inteligência e tecnologia, mais planejamento e treinamento, e de oferecer equipamentos de segurança mais modernos aos policiais. 

Ao invés de atacar as ONGs, o Governador Pezão deveria fazer a sua parte, que é, a de dar melhores salários e condições de trabalho aos policiais, investir em capacitação, aumento do efetivo, viaturas com blindagem e um esquema de policiamento para o asfalto, 24 HORAS POR DIA - 365 DIAS / ANO. Ou é isso, ou nós continuaremos vendo fatos assim ocorrer. 

A exemplo de tantas outras, uma via de circulação da importância da AVENIDA BRASIL não pode ter esse policiamento insuficiente e quase que amadorístico que possui.

quarta-feira, 26 de novembro de 2014

COMPRAS DE NATAL COM MAIS SEGURANÇA - PM REFORÇA POLICIAMENTO NOS PRINCIPAIS CENTROS COMERCIAIS DA CIDADE

CENTRO - TIJUCA - BANGU - MADUREIRA E MÉIER


A notícia traz um pouco de esperança para o cidadão acostumado ( QUE REMÉDIO) a conviver com o deserto de policiamento e segurança que é o seu cotidiano quando circula pelas ruas do Rio de Janeiro. A PM anuncia que na próxima sexta-feira, policiais do Batalhão de Grandes Eventos e Recrutas recém-formados, além de duplas de Motociclistas estarão nas ruas dos principais corredores de circulação, tentando minimizar a explosão de roubos, furtos e assaltos à mão-armada, que pedestres e quem faz compras em estabelecimentos comerciais de rua, vem sofrendo.

Serão instaladas BASES nesses Bairros, ALÉM DE AÇÕES PARA RETIRADA DAS RUAS de menores infratores ou em situação de risco.

É esperar e ver para crer. Quem sabe, ao menos durante DEZEMBRO, poderemos ter um pouco mais de tranquilidade para circular pelas ruas da cidade.

domingo, 21 de setembro de 2014

GUERRA NO COMPLEXO DA MARÉ - FACÇÃO CRIMINOSO AMEAÇA OCUPAÇÃO PELAS FORÇAS ARMADAS

HOMENS DO GRUPAMENTO DE FUZILEIROS NAVAIS E VEÍCULOS BLINDADOS FORAM DESLOCADOS PARA A REGIÃO.


É incrível como uma COMUNIDADE classificada como OCUPADA pelo ESTADO, sofre INVASÃO de Facção criminosa, com bandidos tentando tomar o local e o controle do tráfico. resta saber onde estavam as FORÇAS DE OCUPAÇÃO REGULARES, quando estes criminosos ESTACIONARAM VANS, saltaram e começaram a trocar tiros, fato que aconteceu durante todo o sábado. A conclusão que se chega, única possível, é que o contingente das FORÇAS ARMADAS e da Polícia do Rio de Janeiro atuando na região, não é suficiente em número, para enfrentar e conter os criminosos. Isso, para não ter que levantar hipóteses mais tristes, de falta de planejamento e de condição por parte do ESTADO DE DIREITO.

quinta-feira, 21 de agosto de 2014

PRESOS ASSALTANTES NA MARECHAL RONDON - GRANDE MÉIER

AINDA NÃO SE SABE SE OS PRESOS SÃO OS AUTORES DA MORTE DO ENGENHEIRO DA PETROBRAS, CRIME COMETIDO NA SEGUNDA-FEIRA DIA 18/08


De toda a sorte, o fato serve para chamar a atenção no sentido de que a região precisa de uma efetiva melhoria no seu policiamento. Ontem, a PM fez uma BLITZ na Rua 24 de Maio, paralela a Avenida Marechal Rondon.


Polícia prende dois e apreende um menor na Avenida Marechal Rondon

Trio assaltava na mesma via onde na última segunda-feira um engenheiro da Petrobras foi morto durante tentativa de assalto

Rio - Policiais do 3ºBPM (Méier) prenderam na noite de quarta-feira dois homens e apreendeu um menor no bairro do Riachuelo, na Zona Norte. O trio estava realizando uma série de arrastões na Avenida Marechal Rondon, onde na manhã da última segunda-feira, o engenheiro da Petrobras, Marcelo Magalhães Gonçalves, de 46 anos, foi morto durante uma tentativa de assalto. Marcus Vinicius Carvalho Silveira, de 18 anos, e Renato Melo da Silva, de 21, estavam armados com dois revólveres, calibres 32 e 38 e foram encaminhados para a 25ªDP (Engenho Novo). No entanto, segundo informações da Polícia Civil, não há confirmação do envolvimento do trio na morte de Marcelo.

Eles responderão pelos crimes de receptação de arma e corrupção de menores. Já o adolescente de 16 anos foi autuado por ato análogo ao crime de receptação de arma e encaminhado para a Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA).

Na delegacia ficou constatada que uma das armas que estavam com os criminosos foi roubada de um vigilante durante um assalto a uma agência bancária na Cidade Nova, em março. Contra Marcos Vínícius consta três anotações criminais por roubo, duas por porte de arma, duas por receptação e uma por corrupção de menores.

quinta-feira, 7 de agosto de 2014

É O BICHO ! CRIME EM NITERÓI SOFRE BAQUE COM PRISÃO DE TUBARÕES DA MÁFIA DOS CAÇA-NÍQUÉIS



MP e Polícia Civil fazem operação contra jogo ilegal em Niterói

O Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado do Ministério Público do Rio de Janeiro (MP-RJ), em conjunto com policiais da Delegacia de Homicídios de Niterói, prenderam hoje (07/08) integrantes de uma quadrilha que explora máquinas caça-níqueis em Niterói, na região metropolitana do Rio. Eles são acusados do homicídio do policial militar Carlos Elmir Pinto de Miranda, ocorrido em 9 de junho de 2012.

Entre os presos estão Marival Gomes da Silva, ex-vereador e ex-secretário de Segurança de Niterói, e Marco Antonio Lira de Almeida, ex-presidente da Escola de Samba Unidos do Viradouro, com sede naquela cidade. Ambos são chefes de grupos que comandam o jogo ilegal em Niterói e foram expulsos da Polícia Civil.

Os dois são acusados mandar matar o policial militar, que trabalhava como chefe da segurança de Marcos Lira e recolhia o dinheiro arrecadado com as máquinas caça-níqueis. O crime ocorreu porque Carlos Elmir estava omitindo os valores arrecadados e o número de máquinas existentes em áreas dominadas pelo tráfico.

Segundo a denúncia do MP-RJ, o “golpe” foi relatado por um dos homens de Marival, que propôs a execução de Carlos Elmir tendo como condição a sociedade nos caça-níqueis omitidos pela vítima.

O crime foi executado por Walter Carneiro da Silva Filho, Nathan Augusto da Silva Pereira, Anderson Luiz Portugal dos Santos e Sandro Borges Soares. Outro homem, Érides Mendes, também participou do homicídio, mas morreu em uma troca de tiros com a vítima. Além dos mandantes, todos foram denunciados por homicídio e formação de quadrilha armada.

segunda-feira, 14 de julho de 2014

QUATRO GRANDES TRAFICANTES DO RIO DE JANEIRO SÃO TRANSFERIDOS PARA PRESÍDIO EM CATANDUVA

RIO - PARANÁ EM AVIÃO DA POLÍCIA FEDERAL


Menor P e mais três traficantes são transferidos para Catanduvas (PR)

Criminosos estavam presos em Bangu I e seguiram num avião da Polícia Federal para a penitenciária paranaense

Rio - Os traficantes Marcelo Santos das Dores, o Menor P, Fabiano Santos de Jesus, o Zangado, Celso Luiz Rodrigues, o Celsinho da Vila Vintém, Amabílio Gomes Filho, o MB, foram transferidos nesta segunda-feira para a Penitenciária Federal de Catanduvas, no Paraná. Os criminosos estavam presos em Bangu I, no Complexo Penitenciário de Gericinó, na Zona Oeste.

quinta-feira, 10 de julho de 2014

MULHER DO PEDREIRO AMARILDO É ENCONTRADA EM CABO FRIO - VIVA !


Após dez dias desaparecida, viúva de pedreiro Amarildo é encontrada em Cabo Frio

Elisabete Gomes da Silva estava desaparecida desde o dia 30 de junho
O DIA

Rio - A viúva do pedreiro Amarildo de Souza, morto por policiais da UPP da Rocinha há quase um ano, foi encontrada ontem em Cabo Frio, na Região dos Lagos. Elisabete Gomes da Silva estava desaparecida desde o dia 30 de junho. A família de Elisabete confirmou a localização.

Antes de ser localizada, filhos de Elisabete registraram o desaparecimento da doméstica na 11ª DP (Rocinha). “Não sabemos como ela foi parar em Cabo Frio, pois não há nenhum parente morando lá. Ela entrou em contato com uma filha, que nos informou do paradeiro”, contou Michele Lacerda, sobrinha de Amarildo.

Maria Eunice Lacerda, de 53, irmã do pedreiro, afirmou que Elisabete estava abusando do álcool e das drogas. Ela também confirmou que a doméstica falava que iria sozinha procurar pelo marido. “Estava muito depressiva. Infelizmente, teve uma recaída e voltou a usar drogas e a beber muito. Só ficava de bar em bar dizendo que iria procurar por ele”. 

De acordo com Anderson Gomes de Souza, de 22, um dos seis filhos do casal, essa não foi a primeira vez que Elisabete deixou sua casa em busca do pedreiro. “Em diversas madrugadas, ela tomou essa atitude”. 

Amarildo sumiu após ser retirado de casa e levado à sede da UPP. Ao todo, 25 policiais são acusados pelos crimes de tortura seguida de morte, ocultação de cadáver, fraude processual e formação de quadrilha. Entre eles, 12 estão presos e 13 respondem em liberdade.

segunda-feira, 7 de julho de 2014

POLICIAIS ACUSADOS DE EXTORSÃO NA REGIÃO DO MERCADÃO DE BANGU SÃO PRESOS

FORÇA TAREFA DO MINISTÉRIO PÚBLICO E DA INTELIGÊNCIA DA SSP ATUARAM EM CONJUNTO


Policiais suspeitos de extorsão são presos no Rio

O Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MP-RJ) e a área de Inteligência da Secretaria Estadual de Segurança fazem hoje (7) uma operação para prender quatro policiais suspeitos de participar de um esquema de extorsão a vendedores ambulantes, comerciantes e mototaxistas na zona oeste da cidade. A Justiça expediu mandados de prisão para dois policiais militares (PMs) e dois policiais civis.

O policial civil C. A. que já foi chefe de Investigações da Delegacia de Bangu, e o policial reformado C. B. – apontado como responsável pelo recolhimento de propinas de comerciantes do Mercadão Popular de Bangu – foram presos durante a manhã. A ação é um desdobramento de uma operação feita em abril do ano passado, quando 66 pessoas foram presas, sendo 45 policiais militares e seis policiais civis.

O PM J. J. do Batalhão de Bangu, deve se apresentar ainda hoje para ser preso. Um policial civil, cujo nome não foi divulgado, continua foragido. Eles serão responsabilizados pelos crimes de associação criminosa (quadrilha armada) e mais de 120 crimes de concussão – exigência do pagamento de propina.

De acordo com o Ministério Público, o grupo exigia pagamentos semanais de comerciantes e camelôs que vendiam produtos piratas e outras mercadorias ilícitas. Os policiais eram suspeitos ainda de ameaçar as vítimas com armas e de revender mercadorias apreendidas a outros feirantes.

domingo, 6 de julho de 2014

BOPE FAZ A LIMPA NO CHAPADÃO - PM APREENDE 1.500 QUILOS DE MACONHA, MATA UM SUPOSTO TRAFICANTE E FAZ APREENSÃO DE VEÍCULOS ROUBADOS

DROGA ! UMA TONELADA E MEIA DE MACONHA APREENDIDAS


Uma operação conjunta do BOPE, Batalhão de Choque e Batalhão de Operações com Cães, realizada na madrugada de hoje no Morro do Chapadão em Costa Barros, terminou com um suspeito morto após troca de tiros com a PM, um ferido ao cair de uma Laje, uma tonelada e meia de maconha encontrada em tabletes acondicionados em dois veículos, e apreensão de munição, cocaína, cinco carros e dez motos roubadas. 

A operação policial que envolveu cerca de 150 homens, contou com o apoio de dois helicópteros e empregou uma RETROESCAVADEIRA, que retirou obstáculos e entulho que impediam a circulação no interior da comunidade.

OS MORADORES DO MORRO DO CHAPADÃO e do seu entorno, tem vivido momentos de grande insegurança, com tiroteios constantes e assaltos nas ruas próximas.

sexta-feira, 4 de julho de 2014

SEGURANÇA NA COPA DO MUNDO - MARACANÃ APRESENTOU FALHAS SEGUNDO POLÍCIA MILITAR

É necessário que o relatório da Polícia Militar seja analisado com bastante atenção, visando que no jogo final, no Domingo dia 13 de julho, tais falhas não ocorram.


Relatórios da PM mostram falhas na segurança do Maracanã durante a Copa
04/07/2014 - 
Rio de Janeiro
Vitor Abdala – Repórter da Agência Brasil Edição: Nádia Franco

Relatórios produzidos pelo Grupamento Especial de Policiamento em Estádios (Gepe) da Policia Militar (PM) mostram falhas na segurança do Estádio Jornalista Mário Filho, o Maracanã, durante jogos da Copa do Mundo. Os documentos foram divulgados pelo Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MP-RJ), que teve acesso a eles.

Os documentos mostram, inclusive, que pessoas armadas entraram no estádio sem ser incomodadas, nos jogos entre a Argentina e a Bósnia, no dia 15 de junho, e entre o Chile e a Espanha, no dia 18.

“As revistas utilizadas apresentaram várias falhas, permitindo que garrafas, latas, líquidos diversos e pessoas armadas entrassem no estádio sem ter sua identidade e o competente porte de arma verificados. Tal fato foi constatado em razão de policiais militares do Gepe terem sido abordados por policiais de folga, já no interior do estádio, que solicitavam informações sobre possível acautelamento de armas”, diz um dos relatórios.

De acordo com a PM, os policiais de folga que estavam armados dentro do estádio disseram que não foram abordados pelos seguranças privados e que os detetores de metal do Maracanã não estavam funcionando.

O problema não foi relatado nos dois jogos seguintes (Bélgica x Rússia, no dia 22, e França x Equador, no dia 25), mas voltou a ocorrer no jogo das oitavas de final, na partida entre Colômbia e Uruguai, no dia 28 de junho.

Ainda segundo os relatórios, não existe controle sobre a autenticidade dos ingressos nas primeiras entradas do Maracanã, o que permitiu que pessoas com bilhetes falsos invadissem o estádio e praticassem furtos. O número de vigilantes também foi considerado insuficiente para controlar a entrada dos torcedores.

Foi relatado ainda a entrega de de garrafas e latas de bebida aos torcedores nos bares do Maracanã, em vez de fornecer apenas a bebida em um copo descartável. Problemas com torcedores embriagados foram registrados em alguns jogos.

quarta-feira, 2 de julho de 2014

VIATURAS E BLINDADOS REFORÇAM FROTA DA SEGURANÇA PÚBLICA NO RIO DE JANEIRO - 308 NOVOS VEÍCULOS


Estado entrega 300 viaturas para UPPs
Também foram entregues oito veículos táticos blindados. Veículos devem começar a operar em até uma semana

Rio - O governo do Estado e a Secretaria de Segurança Pública entregaram, na manhã desta quarta-feira, no Monumento aos Pracinhas, no Aterro do Flamengo, oito veículos táticos blindados e 300 viaturas, que serão usados pelas polícias Militar e Civil. As viaturas reforçarão as 38 Unidades de Polícia Pacificadora e a Coordenadoria de Polícia Pacificadora.

Já os oito blindados entregues reforçarão a frota dos batalhões de Operações Especiais (Bope) e de Choque (BPChoque), da PM, e a Coordenadoria de Recursos Especiais (Core), da Polícia Civil. A atual frota das UPPs contam com 567 veículos, sendo reforçadas pelas novas 300 viaturas.

segunda-feira, 30 de junho de 2014

CHARLINHO DE COSMOS É PRESO PELA DIVISÃO DE HOMICÍDIOS

COM O PRESO foi encontrado um arsenal e veículos roubados

Envolvido em homicídio de agente penitenciário é preso em Cosmos
30/6/2014 

Policiais da Divisão de Homicídios da Capital (DH) prenderam, nesta segunda-feira, Charles Santos Pamplona, o “Charlinho de Cosmos”, 35 anos. Ele é apontado como um dos autores dohomicídio do agente penitenciário Anderson Terra dos Santos, em julho do ano passado, em Campo Grande.

De acordo com agentes da especializada, a prisão aconteceu na casa do criminoso, na RuaArariba, em Cosmos. No local, os policiais encontraram dois veículos roubados, um Ecosport euma Hilux blindada, além de um fuzil, uma pistola, cinco granadas, grande quantidade demunição, coletes a prova de bala, radiotransmissores, telefones e toucas ninja.

Ainda segundo os policiais, contra Charles estava expedido um mandado pelo crime.

sexta-feira, 27 de junho de 2014

BONDE DO SCHUMACHER E A EXECUÇÃO DE PM DO BATALHÃO DE CHOQUE EM SÃO GONÇALO

TRAFICANTES ESTARIAM TRAMANDO EXECUTAR PMS QUE RESIDEM NA REGIÃO


Ainda é apenas um "BOATO", não havendo confirmação de que traficantes ligados ao traficante Schumacher (Foragido do Sistema Penitenciário) teriam mesmo mandado recado aos policiais que residem em São Gonçalo, para que mudem do local, ou então serão mortos. Se confirmada a ameaça, estaremos diante do mais completo absurdo, e que deve merecer atenção especial das autoridades de Segurança Pública, visto que, trata-se de uma afronta inaceitável ao Estado de Direito. Além do que, assim como todo cidadão, os Policiais e seus familiares, devem ser protegidos.

Verdade ou não, de que a tal perseguição existe aos PMs, é de se lamentar a execução do soldado PM Dayvid Lopes, de apenas 25 anos, e que completaria 3 anos na corporação em poucos dias.  O soldado foi vítima de um ataque brutal, sendo crivado de balas em frente ao estabelecimento comercial de propriedade de seu pai, no Jardim Catarina. Preocupante ainda a notícia no Jornal O Dia, de que também em São Gonçalo, a casa de um tenente da Polícia Militar sofreu uma tentativa de invasão. O socorro ao tenente chegou, felizmente, antes dos criminosos conseguirem consumar qualquer agressão.

Os dois fatos, deixam evidente que a Região de São Gonçalo precisa receber URGENTE reforço de policiamento.

SOBRE A VIOLÊNCIA EM SÃO GONÇALO

quinta-feira, 26 de junho de 2014

POLÍCIA MATA SUSPEITO DE ATENTADO AO DEPUTADO PAULO MELO

O ataque ao sítio do Deputado Paulo Melo ainda não está esclarecido. 

Existem dúvidas quanto à motivação principal do bando que perseguiu o deputado e seus seguranças quando eles chegavam ao Sítio. Na ocasião dois policiais foram baleados e o Deputado fraturou o pé ao correr para não ser morto ou sequestrado.

Não descartando nenhuma hipótese, parece que a Polícia Civil foi em cima de uma quadrilha que ataca sítios na Região de Rio Bonito, e possui ligação com uma facção criminosa do Rio de Janeiro, homiziada na área de CORDOVIL.

Uma operação conjunta das 119a. DP / 89a. DP e apoio da CORE, levou policiais civis até Engenheiro Pedreira, atrás de suspeitos do ataque ao sítio. Lá, ao localizar um veículo roubado e dar voz de prisão aos seus ocupantes, travaram tiroteio com os criminosos que reagiram. Um suspeito, que não teve a identidade revelada foi morto no local. Não há informação quanto a prisão de outros elementos.

O mistério continua e a Policia não dá maiores informações sobre o andamento das investigações.

terça-feira, 24 de junho de 2014

CAVEIRÕES DE ÚLTIMA GERAÇÃO - NOVOS BLINDADOS EQUIPAM FORÇAS ESPECIAIS DE SEGURANÇA NO RIO DE JANEIRO


Mais modernos, seguros e confortáveis, os novos BLINDADOS podem oferecer um pouco mais de agilidade e facilitar o acesso dos policiais aos locais de maior perigo, onde criminosos estejam abrigados. Mas, no cômputo geral, tais veículos, tanto pelo pequeno número deles que está disponível, quanto pela GEOGRAFIA de boa parte das comunidades onde o tráfico está instalado, pouco mudam no ambiente de insegurança. 

Oito novos blindados devem reforçar operações em favelas do Rio

Veículo, conhecido como Caveirão, tem recurso de desobstrução de vias, blindagem e visão noturna
O DIA

Rio - O Exército e o Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) já inspecionaram os oito veículos táticos blindados para transporte de tropas comprados pelo governo do estado.

Também chamados de caveirões por comunidades onde são comumente usados, os veículos chegaram nesta segunda-feira à cidade e, nos próximos dias, serão usados para reequipar três unidades especializadas das polícias Civil e Militar.

Com capacidade para transportar 13 policiais, os novos blindados, fabricados por uma empresa sul-africana, vencedora do pregão internacional, trazem como novidade um mecanismo de desobstrução de vias. Outra diferença entre os novos veículos e os seis que a polícia fluminense tem atualmente é um sistema de câmeras com visão noturna, formado por duas máquinas que funcionam em baixa luminosidade. A tripulação tem visualização externa e pode acompanhar a movimentação ao redor do blindado no display de vigilância instalado na viatura.

Além disso, os novos veículos são equipados com sistema de freios ABS, tração nas quatro rodas e sistema de detecção e supressão de incêndio no motor, além de ar-condicionado.

De acordo com o major do Bope Maurílio Nunes, antes de entrarem em operação os veículos vão passar por nova revisão de engenheiros, técnicos e mecânicos da empresa que fabricou os carros.

Do total da frota, quatro veículos serão destinados ao Bope, dois ao Batalhão de Choque (BPChoque) e dois à Coordenadoria de Recursos Especiais (Core).

segunda-feira, 23 de junho de 2014

MORRE SOLDADO PM FÁBIO GOMES BALEADO NO COMPLEXO DO ALEMÃO

POLICIAL FOI ATINGIDO COM TIRO NA CABEÇA DURANTE CONFRONTO COM TRAFICANTES NA NOITE DE ONTEM


O saldo trágico de mais um confronto no COMPLEXO DO ALEMÃO: 3 Mortos e 2 feridos.

Morreu na manhã de hoje o Policial Militar Fábio Gomes da Silva que foi baleado na cabeça na noite de ontem na Comunidade da FAZENDINHA, que integra o Complexo do Alemão. Segundo informado pela Polícia Militar um tiro de pistola acertou o rosto do militar que fazia uma operação de patrulhamento, quando ele e outros policiais foram atacados próximo ao BECO DO DESABAMENTO.

Fábio Gomes da Silva, de 30 anos, morreu por volta das 06h30 no Hospital Estadual Getúlio Vargas, na Penha. Há dois anos na PM, ele completaria 31 anos na próxima quinta-feira, dia 26. 

No confronto de ontem, dois menores também acabaram baleados e mortos. A PM informa que eles estariam no grupo de traficantes que atirou nos policiais, mas essa versão é negada por familiares das vítimas.

Outro PM e um morador do Complexo do Alemão também ficaram feridos em outro tiroteio na noite de ontem.

O policiamento na região foi reforçado, e o Grupamento de Intervenções Táticas (GIT) das UPPs e homens do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope), realizam buscas no sentido de localizar os criminosos.

quinta-feira, 19 de junho de 2014

PRESO BT DA CASA BRANCA NA TIJUCA - DRF CAPTURA TRAFICANTE EM ITAGUAÍ

20 MANDADOS DE PRISÃO PENDENTES - TRÁFICO DE DROGAS - PORTE DE ARMAS - HOMICÍDIO


Agentes prendem acusado de chefiar o tráfico em morro na Tijuca

BT tinha 20 mandados de prisão por vários crimes
Fonte: O DIA

Rio - Agentes da Delegacia de Roubos e Furtos (DRF) prenderam, na tarde desta quarta-feira, Roberto Cássio da Silva Rita, o Beto ou BT, de 43 anos, acusado de chefiar o tráfico no Morro da Casa Branca, na Tijuca, Zona Norte do Rio. Os policiais capturaram Roberto na Rua Dezessete de Agosto, em Itaguaí.

Segundo o delegado titular Márcio Braga, BT fugiu do morro após a invasão de traficantes de outra facção. Contra ele constam sete anotações por tráfico, porte de arma e homicídios e 20 mandados de prisão pendentes por diversos crimes

JK DA ROCINHA É PRESO PELA POLÍCIA CIVIL - CAIU O GERENTE DE ROGÉRIO 157

Traficante com cinco mandados de prisão é capturado na Rocinha
Ele também é um dos que dos que participaram da invasão ao hotel Intercontinental, em São Conrado, e braço direito do traficante Rogério 157

18/6/2014 - Por Vanessa

Policiais da 11ª DP (Rocinha) prenderam, nesta quarta-feira (18/06), Jackson NascimentoGomes da Silva, conhecido como “JK”. Contra ele foram cumpridos cinco mandados de prisãopelos crimes de tráfico de drogas, associação para o tráfico, formação de quadrilha, sequestroe porte de arma de uso proibido. Jackson é um dos que participaram da invasão ao hotel Intercontinental, em São Conrado, e braço direito do traficante Rogério 157.

Segundo os agentes, o criminoso estava sendo monitorado pela unidade há meses, e foi capturado em sua residência, na comunidade da Rocinha. 

quarta-feira, 18 de junho de 2014

PRESOS PMs ACUSADOS DE LEVAR DOIS MENORES PARA SEREM EXECUTADOS NO SUMARÉ - UM DELES CONSEGUIU ESCAPAR COM VIDA.


A nova tecnologia instalada nas viaturas da PM já começa a se mostrar bastante importante, e vai, na medida que for ampliada e aperfeiçoada, inibir desvios de conduta e também mostrar atitudes corretas de policiais. No presente caso, as câmeras gravaram imagens que mostram o erro grave cometido por policias que prenderam dois menores que praticavam furtos na Avenida Presidente Vargas. AO INVÉS DE CONDUZI-LOS À DELEGACIA, foram com os dois para o SUMARÉ, para segundo a versão de um deles, aplicar uma reprimenda nos menores, e lá os deixaram com vida. Pouco verossímil, a versão dos policias militares está sendo investigada e, desde já a DH não parece ter nenhuma dúvida de que eles foram muito além disso, tentando na verdade executar os adolescentes presos, mas, "falharam", e um deles está aí para contar o que aconteceu.

Uma pena que ainda exista na PM quem atue dessa forma, fazendo justiçamento, jogando no lixo o nome da corporação, minando a confiança que a população precisa ter na sua polícia, e destruindo a própria vida e carreira.

Lamentável, ainda, ver que as autoridades do MUNICÍPIO e do ESTADO, não fazem nada de verdadeiro para impedir a ação de menores nas ruas praticando crimes. Para além da ação policial, que nesse caso é um trabalho de enxugar gelo, seria preciso uma atuação integrada e rotineira de Conselho Tutelar, Justiça e atuação no campo do SERVIÇO SOCIAL. 

PMs acusados de matar menor são transferidos para a Unidade Prisional


Agentes vão tentar ouvir adolescente que sobreviveu no Morro do Sumaré para que ele testemunhe sobre o crime
ROBERTA TRINDADE

Rio - Acusados de matar um menor de 14 anos de idade e de atirar em outro adolescente, dois policiais militares lotados no 5º BPM (Praça da Harmonia) estão presos à disposição da Justiça. 

Eles foram conduzidos à Unidade Prisional da corporação – antigo Batalhão Especial Prisional (Bep) –, em Benfica, na Zona Norte do Rio, após o Plantão Judiciário expedir um mandado de prisão temporária contra eles, na madrugada de ontem.

Os cabos Fábio Magalhães Ferreira, 35 anos, e Vinícius Lima Vieira, 32, são acusados de deter dois menores que estariam praticando roubos na Avenida Presidente Vargas, próximo à Rua Uruguaiana, no Centro do Rio, na manhã da última quarta-feira, dia 11. Após cerca de dez minutos de perseguição os PMs alcançaram a dupla e a colocaram na viatura, que seguiu até o Morro do Sumaré, no Rio Comprido, aonde chegaram em aproximadamente 50 minutos. Todo o procedimento foi gravado pelas câmeras existente tanto na parte externa como na interna do carro e o trajeto foi confirmado pelo GPS do veículo.

A Divisão de Homicídios (DH) teve conhecimento do caso somente cinco dias depois, quando familiares de Mateus Alves dos Santos, 14 anos, procuraram a especializada para denunciar que o menino havia sido apreendido e executado por PMs. A informação foi dada a eles pelo sobrevivente, que não teve a idade divulgada. Baleado na perna e nas costas, ele se fingiu de morto e depois que a viatura foi embora desceu uma ribanceira até o Morro do Turano, de onde foi para casa, em uma comunidade localizada em Bonsucesso, na Zona Norte do Rio.

Na última segunda-feira, dia 16, agentes da DH estiveram no alto do Morro do Sumaré, onde encontraram um corpo. O pai de Mateus reconheceu como sendo o filho, através das roupas. “Quero destacar a ajuda total, irrestrita e imediata da PM, que foi fundamental para essa investigação”, disse o delegado Rivaldo Barbosa, titular da especializada.

As imagens gravadas pelas câmeras da viatura mostram os momentos em que os adolescentes são colocados no banco de trás da viatura e quando os policiais descem o morro já sem a presença da dupla no carro. No entanto, não revela o que ocorreu do lado de fora. O áudio gravado está sendo analisado.

“Não temos condição de dizer o que eles efetivamente fizeram, mas a gente pressupõe que o fato tenha acontecido da maneira relatada”, declarou o coronel Sidney Camargo, chefe da Corregedoria Interna da PMERJ (CintPM). O oficial enfatizou que paralelamente ao processo na Justiça Comum, os policiais também vão responder a um Inquérito Policial Militar (IPM), na Justiça Militar.

“Para a DH está clara e evidente a participação dos PMs na execução do adolescente”, ressaltou Rivaldo Barbosa, antecipando que o áudio gravado pela viatura também será analisado. Um dos policiais se reservou ao direito de falar somente em juízo. Já o outro disse que eles realmente apreenderam os dois menores, mas que os liberaram no Sumaré após dar uma “reprimenda” neles.

Os agentes da DH tentam agora ouvir o sobrevivente. Eles vão oferecer uma vaga no programa de proteção às testemunhas para que o adolescente testemunhe sobre o crime. Os PMs vão responder por homicídio qualificado e tentativa de homicídio qualificado.

segunda-feira, 16 de junho de 2014

ROUBO DE BICICLETA NO CENTRO DO RIO ACABA COM A PRISÃO DO LADRÃO QUE USA TORNOZELEIRA ELETRÔNICA


Homem com tornozeleira eletrônica é preso após furtar bicicleta no Centro

Gilmar Sena Santos, vulgo “Gigante”, que tinha acabado de furtar uma bicicleta na Avenida Rio Branco, em frente ao número 115, no Centro.
16/6/2014
Por Erika de Castro

Policiais da 10ª DP (Botafogo) prenderam em flagrante, na tarde desta segunda-feira,Gilmar Sena Santos, vulgo “Gigante”, que tinha acabado de furtar uma bicicleta naAvenida Rio Branco, em frente ao número 115, no Centro.

Segundo os policiais da 10ª DP, o ladrão se aproveitou de um descuido da vítima, que deixou a bicicleta encostada na portaria do prédio. Ao perceber que tinha sido furtada, a vítima correu para pegar o ladrão, gritando por socorro.

Os policiais estavam próximos do local e, ao perceberem o furto, perseguiram o assaltante. Ele foi preso na Praça Tiradentes.
Na 10ª DP, foi constatado que “Gigante” tem uma condenação de 4 anos e 6 meses por roubo e estava preso desde fevereiro de 2013. Há cerca de um mês e meio, no entanto, recebeu o benefício da liberdade vigiada e estava usando uma tornozeleira monitorada por GPS pelo sistema penitenciário.

PM QUE DEU VOZ DE PRISÃO E ALGEMOU REPÓRTER DE O GLOBO É QUEM ACABA PRESO.

POLÍCIA X IMPRENSA

Jornalista Vera Araújo, do jornal O Globo

A Polícia Militar do Rio de Janeiro informou que o policial que deu voz de prisão e algemou uma repórter de O Globo, foi afastado do trabalho e encontra-se detido disciplinarmente até a apuração dos fatos. A Polícia Civil (17a.DP), já ouviu o PM, o cidadão argentino que havia sido detido por urinar na rua e solicitou agora a câmera (imagens) que filma o interior da viatura para confrontar declarações e tirar dúvidas sobre o que de fato ocorreu.

Jornalistas do Rio irão à Justiça em busca de proteção contra polícia
16/06/2014 - 
Rio de Janeiro
Alana Gandra - Repórter da Agência Brasil Edição: Beto Coura

O Sindicato dos Jornalistas do Rio se reúne hoje (16) com um advogado para analisar que medida deverá ser tomada pela entidade após a prisão da jornalista Vera Araújo, do jornal O Globo, quando tentava filmar um torcedor detido por policiais militares por estar urinando na rua. A presidenta do sindicato, Paula Máiran, disse que não vê a prisão como um ato isolado ou um desvio pontual de conduta. “A gente entende que há uma política de Estado que justifica um relatório nosso”, disse.

Ela argumentou que de maio do ano passado até maio último, dos 72 jornalistas que respondem por mais de 100 casos de agressão sofridos pela categoria no Rio, “cerca de 80% são de responsabilidade de policiais militares”. Paula Máiran explicou que embora Vera Araújo conte com o apoio da empresa para a qual trabalha, o sindicato pretende tomar uma medida de interesse coletivo, visando a obter prevenção jurídica para esse tipo de episódio.

A sindicalista lembrou que as autoridades foram notificadas em abril deste ano, por ocasião de episódio similar, quando outro jornalista do jornal O Globo, Bruno Amorim, foi detido por policiais militares quando fazia fotos da ação policial na desocupação da Favela da Oi, no Engenho Novo. “A gente tinha encaminhado um ofício e aí, infelizmente, um fato semelhante se repete”. O sindicato não recebeu resposta ao ofício encaminhado às autoridades no caso de Bruno Amorim. Recebeu apenas notificação da 25ª Delegacia Policial, relacionada ao inquérito. “Mas nenhuma resposta formal ao ofício”, disse.

Paula lembrou que uma conquista obtida pelos jornalistas na semana passada foi a recomendação do Ministério Público do Trabalho com 16 itens relacionados à segurança dos profissionais “que precisam ser observadas pelas empresas”. “A gente vê, por um episódio como esse da Vera Araújo, que a responsabilidade não cabe só às empresas. Há também uma parcela muito importante que é do Estado”, destacou a presidenta.

Ela avaliou que a punição do policial militar identificado como sargento Edmundo Faria, “que fez o ato de cerceamento contra Vera Araújo”, não é suficiente. “A gente entende que a violência não foi só prender e ferir, foi também torturar. Porque circular com ela de carro, durante algumas horas antes de levar para a delegacia, infere em tortura psicológica. A punição do indivíduo não basta. Os fatos e as estatísticas comprovam que isso não resolve a questão”. Segundo Paula Máiran, é preciso trabalhar o modelo de segurança pública “que tem jornalistas como alvo específico de perseguição”.

De acordo com relato da jornalista Vera Araújo ao jornal O Globo, durante o percurso até a delegacia, seu celular foi tomado pelo sargento Faria, quando ela tentava fazer contato com o jornal e com representantes da Polícia Militar para explicar o mal-entendido. Faria decidiu, então, parar o veículo e algemá-la. “Ele apertou tanto que os meus pulsos estão machucados”, relatou Vera ao jornal. Na delegacia, acompanhada por um advogado, a jornalista registrou o caso como abuso de autoridade. Após ser liberada do trabalho nesta segunda-feira, ela não foi encontrada pela Agência Brasil para comentar o caso.

domingo, 15 de junho de 2014

"ZOIO" É EXECUTADO EM JACAREPAGUÁ - ACOMPANHANTE DE APENAS 27 ANOS TAMBÉM MORRE NO LOCAL CRIVADA DE BALAS

ZONA OESTE VIOLENTA - POSSÍVEL ENVOLVIMENTO COM MILÍCIA PODE SER O MOTIVO DO CRIME


É grave a questão das MILÍCIAS na Zona Oeste, E O CONFRONTO CONSTANTE COM TRAFICANTES NA DISPUTA POR TERRITÓRIOS. Ainda na sexta-feira, os corpos de três homens foram encontrados dentro de um carro na mesma região.

Casal é fuzilado dentro de carro em Jacarepaguá, na Zona Oeste do Rio
Segundo informações, motorista seria envolvido com milícia

Rio - Um casal foi executado, no início da manhã deste sábado, na Favela Gardênia Azul, em Jacarepaguá, na Zona Oeste do Rio. Identificados como André Henrique da Silva Souza, o Zoio, 31 anos, e Juliana Salles de Oliveira, 27, eles foram surpreendidos pelos ocupantes de um Doblô branco no momento em que se preparavam para sair de carro.

Os dois estavam no Honda Civic prata na Rua Capori - atrás da Clínica da Família Padre José de Azevedo Tiúba e ao lado da Unidade Educacional Gomes da Rocha - quando os criminosos passaram efetuando dezenas de disparos de grosso calibre.


De acordo com a Polícia, Zoio já foi preso, em agosto de 2009, acusado de envolvimento com uma milícia de Campo Grande, também na Zona Oeste. 

sábado, 14 de junho de 2014

ROCINHA VIOLENTA - TRÁFICO ATACA PM - APREENSÃO DE DROGAS E TENSÃO NO SÁBADO ANTES DO JOGO NO MARACANÃ


Policiais da UPP da Rocinha trocam tiros com bandidos

Drogas foram apreendidas e, após tiroteio, um homem teria dado entrada no Hospital Municipal Miguel Couto, na Gávea

Rio - Policiais militares que integram a Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) da Rocinha faziam uma patrulha pela comunidade, na manhã deste sábado, quando chegaram ao local conhecido como Cachopa e foram recebidos a tiros por criminosos armados. Os PMs revidaram e os bandidos fugiram. Com isso, uma ação de varredura foi iniciada na favela.

Durante a varredura, os militares apreenderam um saco contendo aproximadamente sete mil trouxinhas de cocaína e duas mil trouxinhas de maconha. A droga foi encaminhada para a 10ª DP (Rocinha) e o policiamento foi reforçado no local.

Segundo a assessoria da UPP, um homem teria dado entrada no Hospital Municipal Miguel Couto, na Gávea, com um ferimento causado por arma de fogo. Ele teria sido conduzido à unidade hospitalar por moradores da Rocinha.

sexta-feira, 13 de junho de 2014

TRAGÉDIA EM SAQUAREMA - HOMEM MATA SENHORIOS E FAZ CRIANÇAS REFÉNS - CERCO E MUITA TENSÃO NO LOCAL

COBRANÇA DE ALUGUEL GEROU ATRITO E ACABOU COM A MORTE DO CASAL PROPRIETÁRIO DO IMÓVEL QUE O ASSASSINO OCUPA. 


Homem mata casal e faz filhos das vítimas e a própria esposa reféns
Crime aconteceu em Saquarema. Pastor entrou na casa e fez com que crianças fossem liberadas

Rio - Um homem matou um casal e chegou a fazer os filhos das vítimas e a própria esposa reféns, em Saquarema, na Região dos Lagos. Identificado apenas como Ricardo, ele liberou as crianças após um pastor entrar na casa. Até a noite desta sexta-feira, ele ainda mantinha a mulher em cárcere privado.

De acordo com a polícia, o casal assassinado era proprietário da residência onde Ricardo e a esposa vivem. Eles foram até lá, na Rua João Duarte, no bairro Retiro, por volta das 13h, para cobrar nove meses de aluguéis atrasados. Descontente com a cobrança, ele atirou na mulher com uma pistola. Ela morreu no local. O marido interveio e também foi baleado. Ele foi socorrido, mas morreu a caminho do hospital. A Polícia Militar não divulgou o nome das vítimas.

O corpo da mulher não foi retirado do local, e seus filhos o ampararam. Ricardo então os pegou e os fez reféns. Eles foram liberados após um pastor evangélico entrar na casa e o convencer a liberar as crianças. O criminoso pediu um colete a prova de balas e continuou a manter a esposa como refém.

A Polícia Militar organizou um forte aparato no entorno da casa. Policiais do 25º BPM (Cabo Frio) foram os primeiros a chegar. PMs do Batalhão de Operações Especiais (Bope) foram levados até o local no helicóptero da corporação. Um outra aeronave, da Polícia Civil, também deu apoio a ação.

O comandante do 25º BPM, tenente-coronel Ruy França tentou iniciar a negociação. Porém, Ricardo alegou que só conversaria com a presença de sua advogada, que estava vindo do Rio de Janeiro.

VIOLÊNCIA DENTRO DE CASA - TRÊS MORTOS EM MÉDIA A CADA DOIS DIAS

MARIDO X MULHER - PAIS E FILHOS SE MATANDO

A cada dois dias, três são mortos em briga de família em SP
ROGÉRIO PAGNAN
REYNALDO TUROLLO JR.
FOLHA DE SÃO PAULO

A cada dois dias, ao menos três pessoas são assassinadas no Estado de São Paulo em razão de brigas de casais ou de conflitos entre membros da própria família.

A constatação parte de um estudo do governo sobre as vítimas de homicídios dolosos (com intenção) entre janeiro e abril deste ano.

O Estado fez uma radiografia do contexto e da motivação desses crimes e identificou que pelo menos 12,5% do total de 1.606 vítimas nesse período tinham sido assassinados em razão de conflitos entre familiares ou
casais.

Esse número pode ser ainda maior, já que esse levantamento é baseado em boletins de ocorrência e, em 28% do total de vítimas de homicídios dolosos, não houve uma "classificação prévia" -podendo haver novos
casos depois de investigação.

Entre os crimes atribuídos pela polícia a membros da própria família estão casos famosos como os de Suzane Richthofen (2002), Gil Rugai (2004), do casal Nardoni (2008) e do garoto Marcelo Pesseghini (2013) -acusado de matar pai, mãe, avó e tia-avó e, em seguida, se matar.

Neste ano, um dos crimes de repercussão foi da médica Elaine Moreira Munhoz -que matou a tiros seu próprio filho e a namorada dele na Vila Leopoldina (zona oeste).

AUTORIDADE PATERNA

O psicólogo e professor da USP Sérgio Kodato diz que há uma série de fatores que influenciam nesse quadro -que vão de crise econômica a desorganização familiar.

Ele atribui esse problema das famílias, em parte, à ausência da figura da autoridade paterna que impunha respeito e disciplina aos filhos.

"É a mesma coisa que ocorre no Brasil e na escola que é a falta da figura da autoridade, desrespeito às regras. Então, nesse clima de caos, a tendência é isso afetar uma parte das famílias", disse.

O especialista em segurança pública Luís Sapori diz ver esse problema "como crônico e cultural do país". Para ele, é uma "anomia moral".

"Os indivíduos não estão respeitando as regras de Estado, de convivência civilizada, e eles passam a usar da força física para prevalecer seus interesses", disse Sapori.

Apesar do número representativo e da repercussão social de crimes ligados a conflitos familiares, a radiografia dos homicídios dolosos no Estado mostra que outros fatores são predominantes.

Por exemplo, há indícios de execução em 17,7% das vítimas -quando há suspeita de ação planejada de grupos criminosos. Outros 5,6% foram assassinados em razão do envolvimento com drogas, de acordo com a 
polícia.

O total de casos de homicídios dolosos no Estado -para cada caso pode haver mais de uma vítima- vem caindo desde a última década.

A taxa por cem mil habitantes, que já foi de 35,27 em 1999, estava em 10,50 em 2013 -acima de 10, ela é considerada epidêmica pela OMS (Organização Mundial da Saúde).

Por outro lado, São Paulo teve alta de crimes contra patrimônio (como roubos e furtos) nos últimos 11 meses -em abril, foi de 29,7% em relação ao mesmo mês de 2013. 

quarta-feira, 11 de junho de 2014

PRESO SUSPEITO DE MATAR SANDRO DOMINGUES APÓS ASSALTO NA RUA FÁBIO DA LUZ

COM O ACUSADO FOI ENCONTRADA UMA CAMISA IGUAL AO QUE O AUTOR DA MORTE DE SANDRO VESTIA. O CELULAR ROUBADO DA VÍTIMA FOI VENDIDO POR WELERSON.


O caso não está ainda fechado, mas, a DH já tem fortes indícios de que encontrou o autor do crime. A venda do celular, a camisa encontrada, os antecedentes do acusado, são parte importante para pedir sua prisão preventiva e dar prosseguimento nas investigações. O confronto do suspeito com as imagens  das câmeras de segurança, o reconhecimento por parte de testemunhas, a moto usada no dia do crime, tudo isso, e ,mais o interrogatório, onde os criminosos caem sempre em contradição, poderão então dar a certeza de que se trata realmente do autor do LATROCÍNIO. 


Policiais prendem acusado de roubar e assassinar jovem no Méier
MARCELLO VICTOR / O DIA

Rio - Policiais da Divisão de Homícidios (DH), com o apoio de PMs da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) da Camarista Méier, prenderam na manhã desta quarta-feira, um jovem acusado do latrocínio (roubo seguido de morte) do administrador Sandro Dominguez Guimarães de Oliveira, de 26 anos, no dia 9 de maio, na Rua Fábio da Luz, no Méier, Zona Norte do Rio.

Welerson L. dos S. 19, foi encontrado em casa, na comunidade da Xuxinha, no Jacaré, a cerca de cinco quilômetros do local do crime. De acordo com o delegado Alexandre Herdy, da DH, a prisão de Welerson será fundamental para o cruzamento de informações que podem esclarecer detalhes e comprovar a autoria do crime.

Uma das linhas de investigação da polícia para se chegar ao suspeito foram os seis antecedentes dele por crimes patrimoniais. As investigações apontaram que três horas após o crime, o acusado vendeu o celular da vítima para uma mulher na Favela do Jacarezinho, comunidade vizinha ao Jacaré. Uma camisa vermelha com a imagem de São Jorge nas costas, que o acusado teria usado no dia do crime, foi apreendida na casa dele.

Ainda segundo o delegado, imagens dos circuitos de segurança do local não mostram o rosto do criminoso, mas são claras quanto a ação. Alexandre Herdy disse que Welerson agiu sozinho, de moto e com frieza, sem chance para a vítima.

"Ele atingiu a vítima com um tiro e a perseguiu ferida. Após o rapaz cair baleado, ele roubou o celular e o cordão de ouro, e atingiu novamente o jovem com outro tiro. Foi um crime frio", classificou Herdy.


Chorando, Welerson negou o crime após a prisão. Ele disse que comprou o celular de um homem por R$ 200, mas acabou vendendo o aparelho pouco depois por R$ 500. Ele justificou a revenda dizendo que havia comprado o telefone de ótima qualidade por um preço menor do que o vendido no mercado. Ele foi levado para sede da DH, na Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio, onde prestará depoimento.

O comandante da UPP Camarista Méier, tenente Gustavo Matheus, enalteceu a ação conjunta entre a PM e a Polícia Civil na localização de Welerson. Segundo ele, as investigações da DH apontavam, num primeiro momento, que o autor do crime seria morador do Complexo do Lins ou do Camarista Méier.

"Com as informações da DH e o trabalho de campo da UPP chegamos a prisão deste homem que, pelos dados da delegacia, é o responsável pelo latrocínio deste jovem no Méier", concluiu.

Morte causou comoção

Sandro Dominguez Guimarães de Oliveira foi morto às 6h58 do dia 9 de maio, quando saia de casa na Rua Fábio da Luz para ir à academia. Ele foi surpreendido pelo assassino, que levou o celular e um cordão de ouro da vítima. O jovem morreu no Hospital Municipal Salgado Filho, no Méier, após ser socorrido por vizinhos com o apoio de policiais do 3º BPM (Méier)

RELEMBRE A NOSSA COBERTURA DO CASO /VEJA O MAPA DO CRIME NO MÉIER

terça-feira, 10 de junho de 2014

MÃE TENTA AFOGAR OS DOIS FILHOS EM PRAIA DE NITERÓI - PM SALVA AS CRIANÇAS !

INSANIDADE COMPLETA ! O QUE PODE LEVAR UMA MÃE A TENTAR COMETER  BARBARIDADE DESSA NATUREZA ?


Ao invés de ser levada para Penitenciária, essa mulher precisa é de tratamento. Segundo o marido ela sofre de depressão. 


Mãe é presa tentando matar os dois filhos afogados em praia de Niterói

Populares avisaram PMs, que fizeram a prisão em flagrante da mulher. Ela foi levada para a 77ª DP (Icaraí)

Rio - Uma mulher foi presa, em flagrante, suspeita de tentar matar os dois filhos na Praia de São Francisco, em Niterói, na madrugada desta terça-feira. De acordo com a PM, populares viram Rosângela Gonçalves Barros de Souza, 41 anos, entrar no mar, por volta das 4h, com os dois meninos de 4 e 7 anos no colo.

As pessoas avisaram os policiais militares que estavam no local. Eles retiraram a mãe e os filhos do mar. A mulher foi presa em flagrante por tentativa de homicídio e levada para a 77ª DP (Icaraí). Bombeiros do destacamento de Charitas fizeram o atendimento às vítimas. As crianças foram levadas para o Hospital Azevedo Lima. Ainda não há informação sobre o estado de saúde delas.



ADVOGADA É PRESA POR MORTE DE EX-MARIDO EM 2005 - ELA E O ATUAL PARCEIRO SÃO SUSPEITOS AINDA DE MATAR E QUEIMAR O CORPO DO ZELADOR DO PRÉDIO ONDE RESIDEM

UM CASAL DE VIDA E MORTES BASTANTE "COMPLICADAS"


Não é comum alguém estar envolvido em um caso de homicídio, ainda que de início nada se comprove. Mais incomum ainda se envolver em um segundo caso de homicídio, e agora com a comprovação pela polícia, de que seu atual parceiro matou, esquartejou e tentou "cremar" em uma churrasqueira, o corpo da vítima, o zelador Jezi de Souza, 69 anos.

A situação da advogada Ieda Martin, e de seu atual marido Eduardo Tadeu, criminoso confesso, que segundo informações, não trabalha, e vive as custas do pai, um idoso de quase 90 anos, parecem bastante complicadas. Agora, além da difícil tarefa de escapar da acusação de um homicídio, vão ter que se explicar sobre um fato muito estranho ocorrido em 2005. O primeiro marido da advogada Ieda, com quem ela tem um filho de aproximadamente  10 anos, foi assassinado no Rio de Janeiro num suposto assalto. As filhas do primeiro casamento de José Jair, que se separou para viver com Ieda, sempre suspeitaram que ela estava envolvida na morte do pai, mas, não conseguiram provas para incriminá-la. Agora, o caso está sendo reaberto, e se a polícia pediu e a justiça concedeu a prisão temporária de Ieda Martin, é por ter elementos para isso.

007contraocrime

Suspeita de envolvimento na morte de zelador é presa por crime de 2005

A suspeita de envolvimento na morte do zelador Jezi Lopes de Souza, 69, foi presa hoje na capital paulista. A advogada Ieda Cristina Martin, 42, teve prisão temporária decretada, no entanto, por um crime cometido no Rio de Janeiro, em 2005.

Ieda esteve na tarde desta segunda-feira (9), no 13º DP (Casa Verde) para prestar um depoimento sobre a morte do zelador. Ela é suspeita de ter participação, junto com seu marido o publicitário Eduardo Tadeu Pinto Martins, 47, na morte de Souza.

Ela já havia passado uma noite presa, mais foi liberada enquanto a polícia ainda realizava as investigações do crime.

Enquanto falava aos investigadores sobre a morte de Jezi, soube que seria presa por ser suspeita da morte de seu primeiro marido, José Jair Farias, em 2005, no Rio de Janeiro.

Segundo a polícia paulista, José Jair Farias foi morto no Rio por uma arma de mesmo calibre do revólver encontrado no apartamento de Ieda e Eduardo Martins.

A polícia de São Paulo deverá pedir que Ieda permaneça no Estado enquanto conclui o inquérito da morte de Jezi.

O CASO

O zelador Jezi Lopes de Souza teria sido morto no apartamento do casal, na zona norte de São Paulo, sido levado até o Guarujá em uma mala e esquartejado por Eduardo. Ele confessa o crime, mas alega que a morte ocorreu durante uma briga. O delegado do caso declarou na semana passada que um laudo da Polícia Científica desmente a versão apresentada por Eduardo para o crime. A Polícia investiga se o crime não teria sido premeditado.

segunda-feira, 9 de junho de 2014

FLAGRANTE DE SUBORNO - IDOSO DETIDO COM CARRO ROUBADO É FILMADO TENTANDO CORROMPER POLICIAL DA UPP

CIRCULAVA COM UM VEÍCULO HYUNDAI ROUBADO PELO BAIRRO DO ANDARAÍ


O português Luiz Maria Garcia Rodrigues, de 71 anos, está sob custódia da polícia no Hospital Federal do Andaraí, na Zona Norte. Ele foi preso na manhã de domingo após tentar subornar com R$ 500 policiais militares da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) do Andaraí. Ele responderá por suborno e receptação de veículo.

<iframe width="560" height="315" src="//www.youtube-nocookie.com/embed/4DBWm5XRYgo" frameborder="0" allowfullscreen></iframe>

Luiz Maria passou mal no momento em que foi preso. Os policiais desconfiaram de um Hyundai HB 20 que circulava na Rua Santo Estevão, no Morro do Andaraí. O idoso confessou que a placa era fria, que ele teria comprado o veículo por R$ 10 mil, considerado bem abaixo do mercado, e tentou subornar o soldado Thiago Bousquet da Costa.

O acusado perguntou quanto o soldado queria e, na sequência, sugeriu a quantia para ser liberado. O policial deu, imediatamente, voz de prisão por suborno. De acordo com assessoria das UPPs, o PM gravou a conversa em vídeo.

Fonte: O DIA