sábado, 31 de maio de 2014

TIROTEIO NA ROCINHA - UM MORTO E DOIS FERIDOS EM TARDE VIOLENTA DE SÁBADO

COM O HOMEM MORTO A POLÍCIA APREENDEU UM SUB-METRALHADORA.
Intensa troca de tiros na Rocinha assusta moradores da comunidade

Um suspeito morreu e duas pessoas ficaram feridas e encaminhadas para o Hospital Municipal Miguel Couto

Rio - Um suspeito morreu e dois moradores da Rocinha ficaram feridos em confronto na comunidade entre traficantes e policiais militares que estavam fazendo patrulhamento na localidade conhecida como Beco 199, próxima à Rua 1, por volta das 14h deste sábado. Jeffersson de Oliveira, de 20 anos e Iolanda Soares Ferreira da Silva, de 42, foram atingidos e encaminhados para o Hospital Municipal Miguel Couto, na Gávea, na Zona Sul. De acordo com informações da Secretaria Municipal de Saúde, os feridos estão estáveis. 

O suspeito Josiel Rafael Silva Nascimento, vulgo Mica, de 43 anos, teria chegado morto à unidade médica. Segundo informações, ele foi atingido nas costas. O suspeito seria irmão do traficante Joca, que está preso.

De acordo com a Coordenadoria de Polícia Pacificadora, uma submetralhadora calibre 9mm foi encontrada com o suspeito. Um mulher foi detida ao tentar retirar a arma apreendida das mãos dos militares. O caso está sendo registrado na 14ª DP (Leblon).

Após o primeiro confronto, tiros foram ouvidos em outros pontos da comunidade. Uma ação de varredura está sendo realizada e a região recebe o apoio de agentes de outras UPPs, do Grupamento de Intervenções Táticas (GIT) das UPPs, do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) e de policiais do 23ª BPM (Leblon).

Estudantes da PUC-Rio, na Gávea, também relataram a intensa troca de tiros pela rede social.

ESTELIONATÁRIA LOURA DE FRIBURGO É PRESA FUGINDO PARA SÃO PAULO - 158a. DP ACHOU A "TINTURA"

PINTOU O CABELO, VIROU "RUIVA" PARA ENGANAR A EQUIPE DA 158a DP

DEZ ANOS DE GOLPES NA PRAÇA


Fonte: Site da Polícia Civil
Policiais encontraram na lixeira da casa a caixa de tintura de cor vermelha para cabelos
30/5/2014 - Ricardo França

Uma estelionatária loura foragida da Justiça, em Nova Friburgo, tentou usara esperteza para enganar a polícia:pintou os cabelos de ruivo para fugir para São Paulo. Mas o plano não deu certo. Policiais da 158ª DP (Bom Jardim) encontraram a caixa de tintura de cor vermelha para cabelos na lixeira da casa do irmão, onde ela estava escondida, durante a diligência. Como a mulher do irmão tem cabelos castanhos, os agentes desconfiaram do golpe e cercaram a residência. A estelionatária – agora ruiva – desistiu de fugir e resolveu se entregar.

Gilcineia Pena Figueira, 42 anos, quehá mais de dez anos usava a esperteza para ‘ganhar a vida’aplicando golpes nos comércios de Nova Friburgo e Bom Jardim, na Região Serrana, foi presa na madrugada desta sexta-feira (30/05), no Condomínio Recanto Verde, na Estrada Riograndina, em Riograndina, quando se preparava para fugir para o Estado de São Paulo.

Contra Gilcineia havia mandado de prisão por condenação pelo crime de estelionato, expedidopela Vara Única de Bom Jardim. Segundo o inspetor Maciel Junior, por meio de investigações, a equipe da delegacia apurou, na noite desta quinta-feira, que Gilcineia estava escondida no local. Munidos do mandado de prisão, procederam imediatamente ao condomínio e foramrecebidos pelo irmão de Gilcineia. Ele informou que apenas ele e sua esposa estavam na casa, e disse que “não via Gilcineia há muito tempo”.

De acordo com o delegado titular da 158ª (Bom Jardim), Hebert Tavares Cardoso, aodeixarem o local, os policiais encontraram na lixeira na frente da casa uma caixa de tintura decor vermelha para cabelos, e verificaram que a esposa do irmão de Gilcineia tinha cabeloscastanhos. Sem conseguir explicar a procedência da embalagem, o irmão da estelionatáriaadmitiu que ela estava na casa, mas não concordou em entregá-la.

“Ele alegou que a Constituição Federal impede que se ingresse na casa alheia durante o período noturno, mesmo com mandado judicial de prisão”, contou o inspetor Maciel. Os policiais, então, cercaram o imóvel, esperando amanhecer para entrar na residência. Por voltadas 2h45 da madrugada, Gilcineia decidiu sair da casa e se entregar.

sexta-feira, 30 de maio de 2014

BRT COM SEGURANÇA MÁXIMA - TRANSCARIOCA TERÁ POLICIAMENTO ESPECIAL NAS ESTAÇÕES / TRAJETO / INTERIOR DOS ÔNIBUS

POLICIAL MILITAR EM SEU HORÁRIO DE FOLGA SERÁ EMPREGADO VIA PROEIS 
E VAI TRABALHAR FARDADO.


BRT Transcarioca terá PMs de folga atuando na segurança
Novo corredor vai oferecer nove linhas, entre expressas e paradoras, até o fim do ano
O DIA


Rio - O novo BRT Transcarioca vai contar com a segurança de policiais militares de folga, armados e fardados, que vão atuar nas estações, ao longo do trajeto e até dentro de alguns ônibus. Além disso, equipes dos Batalhões da PM poderão ser acionadas pelos técnicos do operador do BRT, que monitoram todo o sistema por câmeras e aparelhos de comunicação eletrônica. O corredor, que começa a funcionar com uma linha na segunda-feira, terá, ao todo, nove, que serão implementadas até o fim do ano, atendendo às 47 estações entre a Barra da Tijuca e o Aeroporto Internacional Tom Jobim.

A atuação extra dos policiais nas horas em que estão dispensados da corporação foi garantida por convênio entre a Rio Ônibus (associação das empresas que operam o transporte) e a Polícia Militar, por meio do Programa Estadual de Integração na Segurança (Proeis), que prevê remuneração adicional ao trabalho dos agentes.

ATENÇÃO COM A SINALIZAÇÃO / CRUZAMENTOS / TRAVESSIAS

RESPEITE E EVIDENTE GRAVES ACIDENTES !

A quatro dias da inauguração do primeiro trecho do Transcarioca, o prefeito Eduardo Paes exortou a população a obedecer à sinalização, uma vez que o corredor vai atravessar bairros populosos das zonas Norte e Oeste da cidade. “As regras de trânsito têm que ser respeitas. A sinalização está instalada.Tomamos precauções, mas procuramos manter algum equilíbrio entre a questão da segurança e o lado estético”, disse Paes.

Segundo o prefeito, as estações tiveram seu entorno cercado e ganharam faixas de advertência. A cada quilômetro, pardais eletrônicos vão registrar infrações de pedestres e motoristas. De acordo com Alexandre Sansão, a velocidade máxima dos ônibus vai variar de 70 km/h em vias expressas (como a avenida Ayrton Senna) a 40 km/h nas áreas centrais dos bairros.

quinta-feira, 29 de maio de 2014

IDOSA DE 76 ANOS ERA ESPANCADA POR CUIDADORA QUE ESTÁ PRESA EM BANGU 8

TORTURA É CRIME INAFIANÇÁVEL !



Mulher contratada para cuidar de idosa é presa acusada de tortura

Imagens de câmera instalada pela família mostram doméstica dando tapas e socos e puxando os cabelos da vítima

Rio - Uma mulher contratada para cuidar de uma idosa de 76 anos foi presa por policiais da Delegacia Especial de Atendimento à Pessoa de Terceira Idade (Copacabana) nesta quinta-feira, em Araruama, acusada de tortura e maus tratos. Ana Maria da Conceição foi flagrada espancando a senhora por imagens de uma câmera escondida, instalada pela família da vítima. A denúncia foi veiculada no RJTV nesta quinta.

O mandado de prisão contra Ana Maria foi cumprido nesta manhã. Em depoimento à polícia, a doméstica negou as acusações e disse ainda cuidar da vítima: "Dou comida na boca, ela não come nada sozinha", afirmou. 

A prisão preventiva de Ana Maria foi decretada e a acusada foi levada para Bangu 8. Ela vai responder por maus-tratos e tortura.

TRAFICANTE PINÁ FICA SEM O SEU "TESOUREIRO' - 22a DP PRENDE GUGA

O HOMEM QUE CONTROLAVA A "FÉRIA" DA VENDA DE DROGAS


Polícia prende um dos homens de confiança do traficante “Piná”
Ele resolvia pendências do tráfico na ausência de Piná, vindo a ser o tesoureiro do tráfico


Policiais da 22ª DP (Penha) prenderam, nesta terça-feira (27/05), Gustavo Rodrigues de Medeiros, conhecido como “Guga”. Ele era um dos homens deconfiança do traficante Bruno Eduardo da SilvaProcópio, o “Piná”. Gustavo resolvia pendências na ausência de Piná, vindo a ser o tesoureiro do tráfico.

Segundo os agentes, ele foi capturado na Rua Ipojuca, no Complexo da Penha. Contra Gustavo foi cumprido um mandado de prisão expedido pela 20ª Vara Criminal da Capital.

quarta-feira, 28 de maio de 2014

VÍDEO - BICICLETA ROUBADA NO ATERRO É RECUPERADA - POLÍCIA CIVIL PRENDE UM DOS QUE ROUBARAM E O RECEPTADOR

DOIS MENORES JÁ FORAM DETIDOS - FALTA O RESTO DO GRUPO DE DELINQUENTES


BELO TRABALHO DA 12a. DELEGACIA POLICIAL


Menor que roubou bicicleta no Aterro do Flamengo é localizado

Ele roubou a bicicleta de um ciclista no Aterro do Flamengo, no último dia 21 e foi gravado pela própria vítima
28/5/2014 - Camila Annechino

Policiais da 12ª DP (Copacabana) identificaram e localizaram, nesta terça-feira (27/05), o menor que roubou a bicicleta de um ciclista no Aterro do Flamengo, no último dia 21 e foi gravado pela própria vítima. O jovem vai responder por fato análogo ao crime de roubo qualificado.


De acordo com a delegada Isabela Santoni, titular da distrital, durante as investigações também foi identificado um menor que comprou a bicicleta roubada. Ele está respondendo por fato análogo ao crime de receptação. A bicicleta foi encontrada em Olaria e será entregue ao dono.

Ainda segundo a delegada, eles chegaram até eles após investigações da distrital.

Fonte: Polícia Civil

terça-feira, 27 de maio de 2014

CORE MATA QUATRO DURANTE OPERAÇÃO EM ANTARES - PROTESTO ACABA COM ÔNIBUS DO BRT INCENDIADO


Foto divulgação - Jornal Extra

Aproximadamente 40 policiais da CORE foram até as Favelas de ANTARES e ROLA em Santa Cruz na Zona Oeste da Cidade do Rio de Janeiro para uma ação de repressão ao tráfico e mapeamento da área, segundo informação da Secretaria de Segurança Pública.

Os policias foram recebidos a tiros e durante o confronto que foi violentíssimo, QUATRO homens, supostamente integrantes do tráfico no local, foram BALEADOS. Apesar de socorridos eles não resistiram aos ferimentos.

Armas , farta munição, drogas e veículos roubados, foram apreendidos. Outros SEIS homens foram detidos e apontados como criminosos.

Na sequência da OPERAÇÃO houve um protesto que fechou a principal VIA da região e um ÔNIBUS que faz a ligação BRT foi incendiado. 20 ESTAÇÕES do BRT foram fechadas por motivo de segurança. A PM reforçou o policiamento na região temendo novos protestos.

OPERAÇÃO NA VILA ALIANÇA APREENDE UMA TONELADA DE MACONHA, ARMAS E VEÍCULOS ROUBADOS

CLIMA NA REGIÃO É BASTANTE TENSO


Policiais apreendem uma tonelada de maconha na Vila Aliança
Com o apoio do Bope, PMs do 14ºBPM (Bangu) realizam operação na comunidade da Zona Oeste

Rio - Policiais do 14ºBPM (Bangu), com o apoio do Batalhão de Operações Especiais (Bope), apreenderam na manhã desta terça-feira cerca de uma tonelada de maconha, na Vila Aliança, em Bangu, na Zona Oeste do Rio. Os agentes continuam realizando a operação na comunidade e dois suspeitos foram presos, além de quatro motos roubadas e duas pistolas apreendidas.

PRESO MACALÉ DA COMUNIDADE DA GALINHA - ELE É ACUSADO DE ATACAR A UPP DO ALEMÃO

UM DOS PRINCIPAIS TRAFICANTES E LADRÕES DE AUTOMÓVEIS DA REGIÃO

Envolvido em ataques à UPP e delegacia do Complexo do Alemão é preso
27/5/2014 - Camila Annechino - Por Samara Aragão

O criminoso era o chefe do tráfico da comunidade da Galinha, em Inhaúma, e principal fornecedor de drogas da Fazendinha, no Complexo do Alemão, além de ser responsável por roubos de carro em Inhaúma

Policiais da 45ª DP (Complexo do Alemão) prenderam,na tarde desta sexta-feira, Paulo Felipe Fidelis da Silva, o “Macalé”. Ele era o chefe do tráfico da comunidade da Galinha, em Inhaúma, e principal fornecedor de drogas da Fazendinha, no Complexo do Alemão.

De acordo com o delegado titular da unidade, FelipeCuri, o criminoso é envolvido nos ataques à UPP e àdelegacia do Complexo do Alemão. Além disso, ele tem anotação criminal por roubo e é responsável por vários roubos de veículo na Avenida Automóvel Clube, Estrada Velha da Pavuna e Avenida Bebiano, todos em Inhaúma. 

Ainda segundo o delegado, com a prisão de “Macalé”, espera-se uma redução significativa no índice de roubo de veículos da região, além de ser uma grande perda para o tráfico de drogas.

Fonte: Polícia Civil

segunda-feira, 26 de maio de 2014

ESTUPRO EM MARECHAL HERMES - SUSPEITO É PRESO PELA 30a. DP

JOVEM DE 25 ANOS FOI AGREDIDA, ARRASTADA E VIOLENTADA EM 
BAIXO DE VIADUTO


Polícia prende acusado de estuprar uma mulher em Marechal Hermes
Paulo César Carlos Ferreira, de 37 anos, é o principal suspeito de ter violentado a vítima, de 24 anos, debaixo de um viaduto
Fonte: O DIA

Rio - Policiais da 30ªDP (Marechal Hermes) prenderam na noite de domingo um homem acusado de seu o autor do estupro de uma mulher, no último sábado. Paulo César Carlos Ferreira, de 37 anos, teria cometido o crime debaixo de um viaduto em Marechal Hermes, na Zona Norte. Contra o suspeito foi cumprido um mandado de prisão por estupro.

Na noite de sábado, a vítima, que completará 25 anos nesta terça-feira, foi agredida e estuprada quando seguia para o plantão do Hospital Estadual Carlos Chagas, em Marechal Hermes. O crime aconteceu por volta das 23h, e ela foi socorrida, inicialmente, na própria unidade onde trabalha.

Agentes da 30ªDP estiveram na unidade para tentar informações sobre o criminoso. Segundo uma amiga, a vítima teve, também, fratura no nariz e traumatismo na face, o que pode comprometer a visão.

De acordo com o delegado-titular da 30ªDP, Orlando Zaccone, a mulher foi encontrada pela polícia muito machucada: “Ela estava fora de si e tinha escoriações pelo corpo”, diz.

domingo, 25 de maio de 2014

ASSALTO EM NOVA IGUAÇU TERMINA COM TRÊS ASSALTANTES MORTOS - PM QUE REAGIU TAMBÉM FOI BALEADO

MAIS UM DIA VIOLENTO NA BAIXADA FLUMINENSE

Troca de tiros na Baixada termina com policial ferido e três bandidos mortos

Três homens armados abordaram PM de folga, que reagiu. Militar levou tiros no peito e no braço e foi levado para Hospital da Posse
BIANCA LOBIANCO

Rio - Uma tentativa de assalto terminou na morte de um bandido, no bairro Jardim Esplanada, em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense, por volta das 13h deste domingo. O 2º sargento da Polícia Militar Paulino Huguenin, do 20º BPM (Mesquita), estava na Rua Pontal do Sul quando foi surpreendido por três homens em um carro. Ele estava em um Honda Civic cinza com a esposa. O PM reagiu e um dos bandidos morreu no local.

Os outros integrantes do bando fugiram e acabaram encontrados no bairro Rancho Novo. Após uma nova troca de tiros com a polícia, os dois morreram. A identificação do trio ainda é desconhecida.

JUVENTUDE NO CRIME E SOB EFEITO DE DROGAS - A BRAVATA DOS 'VALENTES TRAFICANTES DE SÃO GONÇALO"

"PERDIDOS NO ESPAÇO TEM...


...TRISTE FIM NA TERRA"

UM GRUPO DE JOVENS, portando armas e falando de forma excitada, como é a característica de quem está sob efeito de drogas, com o linguajar chulo e limitado dos que não foram à escola, não possuem um mínimo de cultura e informação, e nem mesmo sabem o que fazem no mundo, aparecem em vídeo publicado pelo jornal O Dia.

Felizmente o jornal editou o vídeo e cobriu o rosto dos traficantes, minimizando assim a 'propaganda enganosa' da valentia e do abuso por eles cometidos.

A esta altura, nenhum deles deve permanecer por lá, visto que, passada a euforia da BRAVATA, já sabem que a Polícia vai responder a provocação, e, como um deles mesmo diz..._"vai morrer bandido..."

Vamos aguardar a "PRÓXIMA OPERAÇÃO" da Polícia Militar no referido morro, e quantos serão os presos ou mortos, entre os que aparecem nas imagens. UMA PENA o destino (que poderia e deveria ser diferente) desses jovens.

Um deles aparece dizendo que isso, matar traficantes / bandidos não adianta nada, pois, VIRÃO OUTROS. O jovem tem razão, visto que, enquanto não se modificar por completo a estrutura sócio-econômica do país, enquanto existirem locais como o MORRO DA CORUJA, onde o ESTADO e a CIDADANIA não se fazem presente, e, principalmente enquanto não se modificarem os valores da EDUCAÇÃO  no sentido amplo, isso não tem solução.

Vale lembrar ainda que, enquanto a CORRUPÇÃO POLICIAL for altíssima e, enquanto DROGAS e ARMAS continuarem abastecendo os redutos do crime, a situação vai continuar muito difícil.

ASSISTA AQUI A MATÉRIA E O VÍDEO

CORRUPÇÃO NA POLÍCIA MILITAR - JORNAL DENUNCIA OFICIAIS DA "QUADRILHA DOS REFRIGERANTES"

AGENTES PÚBLICOS CORRUPTOS SÃO O MAIOR OBSTÁCULO AO COMBATE 
EFICAZ DO CRIME


O Jornal O Dia vem publicando uma série de reportagens sobre um grupo de oficiais da PM que atuava extorquindo motoristas de VANS na área do 6o. Batalhão na Tijuca. Segundo o Jornal, após as denúncias, vários dos acusados foram transferidos para outras Unidades, mas continuariam trabalhando, ou seja, ainda não foram afastados do serviço apesar de denunciados pelo MINISTÉRIO PÚBLICO. A PM respondeu que todos os envolvidos no processo de apuração estão afastados do serviço das ruas.

O caso, se comprovado o ilícito, mostra como a corrupção IMPEDE que a Lei e a ORDEM sejam impostas nas ruas do nosso Estado. Através de suborno, até por DOAÇÃO de carregamento de refrigerantes, policias permitem que VANS irregulares circulem, comprometendo assim a segurança dos usuários. É de se supor que, também outros tipos de acertos possam ser praticados. Por conta disso, é forçoso reconhecer que não adianta apenas o aumento do efetivo da PM, é preciso investir na QUALIDADE do policial, além de ter mecanismos eficientes de controle e combate a CORRUPÇÃO, visto que, como já dissemos várias vezes, na PM ocorre um FENÔMENO praticamente inexplicável.

É O TOPO QUEM VIA DE REGRA CORROMPE E CORRÓI A BASE DA PIRÂMIDE POLICIAL.
====================================================================
Matéria de O DIA
PM suspeito de ser um dos chefes de quadrilha está na ativa em outro batalhão


O escândalo provocado por denúncia do Ministério Público (MP), que pediu a prisão preventiva de 12 policiais militares acusados de montar esquema de cobrança de propina a motoristas do transporte alternativo dentro do 6º BPM (Tijuca), parece não ter fim. 

O major R. apontado pela investigação como um dos principais mandantes da quadrilha fardada, trocou de unidade mesmo após O DIA revelar com exclusividade detalhes da ação do grupo, na edição de 11 de maio. O boletim interno 87 da Polícia Militar, publicado na segunda-feira, divulgou a transferência do oficial. 

O major foi citado pelo então sargento A. em uma escuta telefônica feita com autorização da Justiça, no dia 6 de junho passado. Numa conversa com o colega E., A. comentou que iria retirar um carregamento de refrigerantes com funcionários da transportadora DV, responsável pela distribuição da bebida. De acordo com o Ministério Público, o diálogo mostra indícios de irregularidades.


Nota do Blog - Não há nada comprovado em definitivo. Dessa maneira nosso blog preserva a identificação pessoal e visual dos acusados.


sábado, 24 de maio de 2014

CRIME EM OLARIA - JOVEM É BALEADO APÓS DISCUSSÃO NA SAÍDA DE FESTA DE RUA

VIOLÊNCIA SEM FIM

A estupidez é o que espanta em casos como a da morte desse jovem. Não houve nada que justificasse, se é que algo justifica, um fim trágico assim. Atirar contra várias pessoas apenas por uma simples discussão ou mal entendido ? Será que o elemento que fez isso consegue dormir, consegue olhar nos olhos de seu filho ou de sua mãe, sabendo que destrpçou uma família por uma banalidade ? Agora, a única coisa que se espera é que a Polícia consiga identificar esse criminoso e entregá-lo à JUSTIÇA, para que pague pelo ato covarde e INSANO.

Fica aí o ALERTA, não discuta, RELEVE, evite o CONFRONTO, visto que, o que tem de 'LOUCO' armado pelas Ruas é algo estarrecedor.


Lucas Oliveira estava com amigos quando foi surpreendido por um homem armado 
dentro de um carro
CARMEN LUCIA - O DIA

Rio - Um jovem foi baleado na garganta quando voltava de uma festa de rua em Olaria, na Zona Norte da cidade, na madrugada deste sábado. Lucas Oliveira, 19 anos, chegou a ser levado para o Hospital Getúlio Vargas, na Penha, mas chegou morto à unidade, segundo a assessoria de imprensa do hospital.

O jovem, que é estudante, foi baleado na Rua Barreiros, em Ramos. Ele estava na companhia de amigos, quando um carro parou próximo a eles. Após uma discussão, um homem sacou uma arma e deu um tiro no rapaz.

Parentes de Lucas estão revoltados com a morte do rapaz. "Ele era um garoto tranquilo, ótima pessoa. Ninguém sabe como isso foi acontecer", disse a cunhada do rapaz, identificada com Cíntia.

POLÍCIA REAGE AO CRIME E REFORÇA SEGURANÇA NO ATERRO DO FLAMENGO

ONTEM PODIA-SE DIZER QUE DE FATO O POLICIAMENTO ESTAVA REFORÇADO NO ATERRO DO FLAMENGO.


É um apena, porém, que a segurança pública - o policiamento preventivo / ostensivo da CIDADE, não tenha uma regularidade, e viva de ESPASMOS de ações após alguns crimes de mais repercussão. 

Dessa forma a polícia está sempre "correndo atrás" e por isso, quando chega, os bandidos já vão longe.
=====================================================================
Mais policiamento após onda de assaltos no Aterro do Flamengo

PMs de quadriciclos e de bicicletas patrulhavam a região ontem, um dia após ciclista ter filmado a própria abordagem
CONSTANÇA REZENDE

Rio - Dois dias após o assalto a um ciclista que filmou a própria abordagem, por uma câmera acoplada em seu capacete, o policiamento no Aterro do Flamengo era grande ontem. Além de policiais de quadriciclo e bicicletas, PMs em carros também paravam para fazer revistas. Na quarta-feira, duas turistas londrinas também foram assaltadas a mão armada na região. 

Apesar das duas ocorrências, de acordo com a assessoria de imprensa da PM, desde o dia 10 que a segurança está reforçada no local, sem prazo para terminar. Ontem, um casal caminhava no local com um cassetete na bolsa por precaução. Segundo o homem, que é militar e não quis se identificar, ele já evitou que um bando assaltasse uma mulher na região. O músico Pedro Pamplona, de 41 anos, que pedalava ontem no Aterro, disse que só circula com sua bicicleta ruim, para que a sua boa não seja roubada. 

O cozinheiro Francisco Freire dos Santos, de 46, que passa no local todos os dias de bicicleta para o trabalho, afirmou que também foi assaltado no Carnaval deste ano e já presenciou outras ações. “O problema é que eles ficam entocados, entre as pedras. O maior alvo são as mulheres. Quando elas passam, surgem quatro e levam a bolsa”, disse.

CONSTANÇA REZENDE

sexta-feira, 23 de maio de 2014

MORRO DO BANCO NO ITANHANGÁ - OPERAÇÃO DA CORE PRENDE QUATRO E MATA UM SUSPEITO EM CONFRONTO

UM HOMEM NÃO IDENTIFICADO MORREU NO LOCAL DURANTE 
TIROTEIO NO MORRO DO BANCO


ARMAS E DROGAS APREENDIDAS 



Policiais da 16ªDP (Barra da Tijuca), com o apoio da Coordenadoria de Recursos Especiais (CORE), realizaram na manhã desta sexta-feira, uma operação no Morro do Banco, no Itanhangá, na Zona Oeste, com o objetivo de coibir a presença de traficantes oriundos das comunidades do Borel, Lins e Alemão, que foram pacificadas nos últimos anos.

Quatro homens foram presos, um traficante morto e um menor apreendido durante a operação que começou por volta das 6h. Os policiais localizaram uma casa onde encontraram farta quantidade de drogas, além de uma machadinha e um punhal, que seriam utilizadas para a tortura de moradores que denunciassem a presença do tráfico no Morro do Banco. Também foram apreendidos um fuzil e uma pistola.

Fonte: O DIA
GABRIEL SABÓIA


PRESO POLICIAL MILITAR ACUSADO DE MATAR TAXISTA NA PORTA DO BARRA MUSIC

CÂMERAS DE SEGURANÇA IDENTIFICARAM O VEÍCULO DO SUSPEITO



O crime foi de uma estupidez sem limites, e mostra a falta de apreço pela vida e desrespeito pela LEI. Se confirmada autoria do agora acusado, que ele seja processado, julgado e condenado com rigor, além é claro de ser expulso da Polícia Militar. Não se admite nenhum tipo de crime, e não se pode deixar impune, em especial, os crimes contra à vida.

Suspeito de matar taxista após briga no Barra Music, PM é preso na Baixada
Homem foi identificado após agentes localizarem imagens com a placa do seu carro
O DIA

Rio - Rafael Guedes Soares, 27 anos, suspeito de matar a tiros o taxista Rafael José Rodrigues, 31 anos, em frente ao Barra Music após uma briga, na madrugada do último sábado, foi preso em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, na noite desta sexta-feira. Soares é soldado da Polícia Militar e lotado no 22º BPM (Maré). Ele foi identificado por agentes da Divisão de Homicídios (DH) graças a imagens de circuito interno perto da casa de shows, que mostraram a placa de seu carro e possibilitaram o rastreio.

Antes da prisão de Rafael, outro policial foi ouvido na DH e negou envolvimento com o crime. De acordo com testemunhas, a briga aconteceu por desavença quanto ao preço que o taxista cobraria para passar por uma blitz da Lei Seca com o carro do policial.

“O Rafael teria que dirigir o carro dele e depois voltar a pé. Ele cobrou R$ 100 e falou que, se ele não quisesse pagar, poderia consultar outra pessoa”, disse uma das testemunhas, que prefere o anonimato. A revelação causou indignação na família do taxista, que tem irmã, cunhado e cunhada na corporação.

quinta-feira, 22 de maio de 2014

POLÍCIA CIVIL ENCERRA MOVIMENTO - GOVERNADOR PEZÃO VAI CUMPRIR A PROMESSA FEITA POR SÉRGIO CABRAL

ASSUMINDO O ÔNUS DA PALAVRA EMPENHADA

"Deem um voto de confiança. Se não for ao governo, que seja em mim. Estou com vocês e não vou voltar atrás", garantiu Chao, afastando a fama de oportunista que ganhou o movimento. "Não somos oportunistas. Foi uma crise, tanto que o governador nos chamou as pressas para conversar", disse.

O presidente do Sindpol afirmou que durante a longa reunião desta manhã, houve, por parte do governo, diversas tentativas de mudanças nas reivindicações da categoria, mas tudo foi mantido. Chao anunciou uma nova mobilização no dia 13 de junho, na própria Cidade da Polícia, e que no dia 28 do próximo mês, tenha uma doação coletiva de sangue por parte dos policiais.

Pezão tentará incorporar gratificações aos salários dos policiais civis

Governador Luiz Fernando Pezão garantiu após a reunião no Palácio Guanabara que não há clima para greve dos policiais civis do estado - Foto: Alessandro Costa / Agência O Dia

Durou cerca de duas horas e meia a reunião entre o governador Luiz Fernando Pezão e representantes da área de segurança pública do Rio, que aconteceu na manhã desta quinta-feira, no Palácio Guanabara, em Laranjeiras. Logo após o encontro, Pezão afirmou que vai encaminhar até o final de junho para a Alerj um projeto de lei de incorpora a gratificação aos policiais civis, que estão realizando uma paralisação de 48h.

"Mas antes de encaminhar a Alerj, é preciso estudar os prazos e orçamento. Afinal, estamos no último ano de governo", diz.

Pezão, no entanto, minimizou os efeitos da paralisação dos policiais civis e disse não haver clima para greve. De acordo com o governador, nos últimos sete anos, a categoria teve aumento de 147%. Francisco Chao deixou a reunião sem falar com a imprensa. Mas antes do encontro com Pezão, ele disse esperar um acordo entre o governo e o sindicato.

"Fui convocado pelo governador para a reunião e espero que chegue ao fim a negociação salarial, que já dura um ano." De acordo com Chao, a negociação pelo reajuste salarial começou na casa de Pezão, quando este ainda era vice-governador, há cerca de um ano. "O governador sabe o quanto trabalhei para que a situação não chegasse a esse nível", disse.

Já o chefe da Polícia Civil, Fernando Veloso, considerou o encontro com o governador positivo e que a reunião possibilitou de que todos pudessem expor suas ideias. Para ele, não há greve, porém, não soube afirmar que a paralisação dos agentes vai continuar.

"Essa é uma decisão sindical, não cabe a chefia da Polícia Civil. Eu apoio todas as reivindicações que foram apesentadas ao governador, mas sou contra qualquer paralisação que chegue a prejudicar a sociedade".

Fonte: O Dia

A GREVE CONTINUA NA POLÍCIA CIVIL DO RIO DE JANEIRO - 24 HORAS DE MAIS INSEGURANÇA

CIVIL BOTA PRESSÃO NO CALCANHAR DE PEZÃO !
PARALISAÇÃO FOI PROLONGADA PARA TER MAIOR PODER DE "BARGANHA" NA REUNIÃO QUE TERÃO HOJE COM O GOVERNADOR 


Policiais civis decidem estender greve por mais um dia

Rio - O Sindicato dos Policiais Civis do Rio (Sindpol) decidiu, na noite desta quarta-feira, estender a greve da categoria para mais um dia. A continuidade da paralisação foi votada em assembleia no Clube Municipal, na Tijuca, Zona Norte do Rio. Cerca de 2 mil agentes participaram da votação. No entanto, a greve poderá terminar às 12h de quinta, se o governador Pezão atender as reivindicações do movimento, em reunião marcada com o presidente da entidade, Francisco Chao, às 8h. Os grevistas vão aguardar pelo resultado do encontro na Cidade da Polícia.

Também ficou definido que os agentes vão se recusar, durante o movimento, a atuar na ação chamada de Repressão Qualificada, uma blitz noturna para coibir crimes. Eles alegam que a ação só pode ser realizada pela Polícia Militar, já que os civis não têm curso de especialização para conduzir viaturas, exigência do Código de Trânsito. Também entraria em votação se os 30% de policiais que trabalhariam, como determina a lei, usariam fitas pretas nas roupas. 

'Queremos logo uma decisão', diz líder de entidade

Chao afirmou que os policiais civis em greve querem logo uma decisão 'sobre o aumento para a categoria. O Chefe de Polícia Civil, Fernando Veloso, e o secretário de Segurança, José Mariano Beltrame, também estarão presentes. Eles esperam que Pezão anuncie ainda nesta quinta a incorporação da gratificação do programa Delegacia Legal.

AVALIAÇÃO DA GREVE ONTEM

Efetivo nas delegacias foi diminuindo ao longo do dia

Durante todo o dia, O DIA percorreu delegacias da Região Metropolitana para verificar o impacto da paralisação. Pela manhã, o movimento foi normal em várias unidades, inclusive no Instituto Médico-Legal, que fez perícias e exames. As unidades distritais registraram apenas ocorrências de crimes violentos (homicídios, estupros, latrocínios e roubos, além das prisões em flagrantes). Para as queixas de outros crimes, a população foi orientada a retornar outro dia ou registrar pelo site da instituição. 

À tarde, devido à concentração na Cidade da Polícia, o atendimento diminuiu. Na 5ª DP (Gomes Freire), apenas 30% da equipe estavam trabalhando. A auxiliar de enfermagem Vera Lúcia da Silva, de 64 anos, tentou registrar o furto de seu celular na 12ª DP (Copacabana). “Os policiais foram educados, anotaram meu caso e pediram para eu voltar. Gastei tempo em vão e fico chateada, mas procuro respeitar o lado deles porque todos têm direito de reivindicar, desde que seja dentro da lei”.

quarta-feira, 21 de maio de 2014

ADOLESCENTE INOCENTE É PRESO E TRANSFORMADO EM ASSALTANTE PELA POLÍCIA E JUSTIÇA DE SÃO PAULO - EM VÍDEO - E SE FOSSE SEU FILHO ?

JUSTIÇA ?

Certas situações não podem ser classificadas simplesmente como erro. Esta, da presente matéria é uma delas. Invadir um prédio, entrar em apartamento de madrugada, nem com mandado se faz isso, conduzir um menor até a Delegacia e ainda forjar um reconhecimento, que segundo a vítima, nunca existiu, não pode ser classificado como erro.

VÍDEO


Pior, estão mantendo o menor nesse antro que se chama FUNDAÇÃO CASA do Estado de São Paulo. Apesar das fartas provas que as imagens do prédio fornecem, mostrando que o menor não saiu da porta de seu edifício e não participou de nenhum assalto.

LEIA a matéria e pense: E SE FOSSE SEU FILHO ?

EXCLUSIVO: PM invade apartamento de madrugada para deter inocente. Justiça mantém adolescente preso


José* tem 17 anos, estuda no 1º colegial no Caetano de Campos, usa alargador na orelha, trabalha como garçom para ajudar a mãe e anda sempre de skate na Praça Roosevelt. Ou melhor: andava. No dia 29 de abril, ele foi internado na Fundação Casa, acusado por um assalto a mão armada em que há provas de sua inocência. Apesar de não ter cometido o ato infracional, José segue internado até hoje: ele é culpado por ser jovem, negro e subcidadão em uma democracia injusta e sem controles.

Para que José fosse detido injustamente, uma série de arbitrariedades e erros foi cometida por representantes de diferentes instituições. Primeiro, na madrugada de 17 de março, policiais militares invadiram o apartamento da família de José com base em rumores imprecisos e sem mandado judicial. Levaram o adolescente ao 78º Distrito Policial dos Jardins, onde o delegado, que deveria se preocupar com a investigação, pouco fez para elucidar o erro. O promotor não só engoliu a farsa como passou a fazer parte dela, pedindo a punição severa do jovem inocente. O juiz da Vara da Infância sentenciou José por ato infracional correspondente a roubo duplamente qualificado, sem prazo para sair.

A história de José revela as mazelas do sistema de segurança pública e de Justiça paulista, que prende principalmente a partir de flagrantes, baseando-se muitas vezes em investigação e provas frágeis.

José havia descido para fumar pouco depois da meia-noite. As 19 câmeras de vigilância de seu prédio mostram com detalhes sua movimentação naquela noite. Ele desceu duas vezes para fumar, sempre de pijama (cueca samba-canção) e chinelos. Perto da 1 hora da madrugada, quando a batida com o carro roubado ocorre, as câmeras em frente do edifício pegam de longe alguns jovens correndo da PM. José fumava tranquilamente, observando a cena.

O absurdo da situação continua a crescer. José e o outro jovem ficam de pé em frente ao seu prédio. Um carro com insulfilm passa em frente aos dois. Segundo os policiais, as testemunhas reconhecem José como autor do assalto e como o responsável por carregar a arma e ameaçar as vítimas durante o roubo. O reconhecimento depois foi desmentido por uma das vítimas. Mas foi o que bastou para que que policiais, promotoria e justiça começasse a acabar com a vida do adolescente.

José ficou incialmente cinco dias detido. Recebeu liberdade provisória, apesar dos insistentes pedidos do Ministério Público para que ele continuasse privado de liberdade. Inicialmente, a Vara da Infância reconheceu a fragilidade das provas. Só que a sentença condenatória foi implacável. A internação de José foi determinada no dia 29 de abril. Walmira passou o Dia das Mães dentro da Fundação Casa e recebeu de presente uma toalhinha de rosto feita pelo filho. Ao narrar a injustiça contra o filho, a lembrança do agrado recebido na data festiva a faz cair no choro. São Paulo é capaz de injustiças que nem todas as mães do mundo juntas são capazes de evitar

GREVE DA POLÍCIA CIVIL ACONTECE EM NOVE ESTADOS - SÃO PAULO PAROU !


As viaturas da Polícia Civil de São Paulo estão estacionadas na porta das Delegacias, e dali só saem para atender ocorrências consideradas graves.

O movimento de greve (paralisação por 24 horas) de policiais civis está acontecendo em nove estados, dentre eles São Paulo. Não há até o momento nenhuma informação de alguma anormalidade. Os registros que podem aguardar serão feitos amanhã quando a categoria volta a sua atividade normal.

Policiais civis de São Paulo aderem à paralisação nacional
Camila Maciel - Agência Brasil - 21.05.2014

Somente ocorrências de natureza grave estão sendo registradas hoje (21) nas delegacias de São Paulo, segundo os sindicatos dos investigadores e dos escrivães do estado. A paralisação faz parte de uma mobilização nacional com participação de policiais de pelo menos nove estados que prevê a suspensão das atividades por 24 horas. Eles reivindicam o nivelamento do salário dos policiais em todo o país e melhores condições de segurança e infraestrutura.

Leia também:

As entidades não informaram quantas unidades paralisaram as atividades, mas, de acordo com Heber Souza, secretário-geral do Sindicato dos Escrivães de Polícia do Estado de São Paulo, a adesão foi maior nas unidades do interior. “Em cidades como Lins, Bauru, Assis, a categoria está bastante mobilizada. Na capital, [a adesão] não foi tão grande, mas sabemos de muitas delegacias que só estão recebendo ocorrências de natureza grave”, apontou.

A mobilização dos policiais paulistas tem reivindicações específicas para o estado. “Além da pauta nacional, estamos pedindo a modernização da polícia, investimentos em tecnologia e prioridade na área de investigação”, explicou Heber Souza. No estado, são 32 mil policiais civis. Não há previsão de manifestação pública dos policiais em São Paulo.

Editor: Davi Oliveira

GREVE NA POLÍCIA CIVIL DO RIO DE JANEIRO - 24 HORAS COM MAIS INSEGURANÇA

DELEGACIAS À MEIA BOMBA NA QUARTA-FEIRA DIA 21 DE MAIO DE 2014



O já demorado atendimento nas DPs e as investigações que se acumulam, com baixa resolutividade no fechamento satisfatório de inquéritos, que nem sempre conseguem descobrir autores de homicídios ou apresentar provas cabais à JUSTIÇA para que condenações de estelionatários, corruptos ou traficantes sejam efetivamente condenados, deverá sofrer um significativo abalo. 

Uma assembleia realizada na tarde de ontem pelo Sindicato dos Policiais Civis do Estado do Rio de Janeiro (Sinpol), e que contou com a presença de pouco mais de 40 policiais, decidiu paralisar as atividades da Polícia Civil - RJ - em caráter de advertência, por 24 horas a partir do primeiro minuto da próxima quarta-feira dia 21 de maio.


O presidente do Sindicato, Fernando Bandeira, apresentou a PAUTA de reivindicações da categoria: 

Reajustes salariais de 80% e a incorporação das gratificações, especialmente a dos policiais que trabalham em delegacias legais, que é de R$ 850,00.

Ainda segundo o SINPOL, o pequeno número de presentes na Assembléia que decidiu pela GREVE DE ADVERTÊNCIA, não tira a legitimidade e a força do movimento, segundo Fernando Bandeira, os policiais vão paralisar as atividades "a partir do primeiro minuto de quarta-feira até o último minuto do mesmo dia", respeitando a lei, mantendo um efetivo de, pelo menos, 40% de policiais nas delegacias.

Não se sabe se as operações externas das Delegacias Especializadas também serão prejudicadas. A secretaria de Segurança Pública não se manifestou até o fechamento dessa matéria sobre a decisão do SINPOL.


terça-feira, 20 de maio de 2014

ESQUEMA DE SEGURANÇA PARA A COPA DO MUNDO - 20 MIL HOMENS ATUARÃO POR DIA NO RIO DE JANEIRO

FORÇA MÁXIMA PARA GARANTIR UMA COPA DO MUNDO COM SEGURANÇA - DESESTIMULANDO TODO TIPO DE AÇÃO CRIMINOSA



Esquema de segurança da Copa no Rio terá até 20 mil agentes por dia
20/05/2014  - 
Rio de Janeiro
Vinícius Lisboa - Repórter da Agência Brasil - Edição: Davi Oliveira

O esquema de segurança do Rio de Janeiro durante a Copa do Mundo contará com até 20 mil agentes nos dias mais críticos e, já na próxima sexta-feira (23), 20 dias antes do Mundial, começará a ação integrada entre as forças policiais e militares para garantir a tranquilidade do evento, com um emprego inicial de cerca de 5 mil homens, contingente que crescerá até o início do Mundial, atingindo o pico na decisão.


Forças de segurança apresentam plano de ação que será empregado no Rio de Janeiro durante a Copa - Tomaz Silva/Agência Brasil

As informações foram divulgadas hoje (20) por integrantes das corporações das três esferas de governo que participam do Centro Integrado de Comando e Controle, que sediará a coordenação local de segurança. O planejamento inclui as Forças Armadas, as policias estaduais de segurança, a Guarda Municipal e as polícias Federal e Rodoviária Federal, além do Corpo de Bombeiros. Dentre essas forças, a Polícia Federal (PF) não divulgou o contingente, alegando motivos estratégicos.


De acordo com o delegado Anderson Bichara, da Secretaria Extraordinária de Segurança para Grandes Eventos, a operação é a maior da história da PF, superando a que foi montada para a Jornada Mundial da Juventude, a Copa das Confederações e a Rio+20. Os policiais federais controlarão a entrada de agentes estrangeiros e armas, fiscalizarão as empresas de segurança privada, manterão o papel de polícia judiciária e terão centros operacionais nos dois aeroportos e no Estádio Jornalista Mário Filho, o Maracanã. Um delegado da PF e agentes acompanharão diariamente cada delegação.

O maior número de homens empregados na operação caberá à Polícia Militar, que terá um efetivo diário de 8,1 mil homens e manterá sua função de policiamento ostensivo, com reforço na área do Maracanã, nas proximidades dos hotéis e centros de treinamento das delegações, das autoridades e da Fifa, em estações de metrô, aeroportos e pontos turísticos. De acordo com o chefe do setor de planejamento da PM, tenente-coronel Marcelo Rocha, o esquema especial começou no início de maio, entre outros motivos por causa do aumento da criminalidade neste ano.

As unidades de Polícia Pacificadora funcionarão em esquema especial de escala para reforçar o policiamento, e um comando extraordinário foi criado na PM, com dois batalhões de campanha para atuar na Copa. Serão utilizadas 780 viaturas no policiamento da cidade, além de cinco barcos e cinco helicópteros.


As Forças Armadas participarão da segurança com mais de 5 mil homens. O Exército contribuirá com o maior número, 3,1 mil, seguido pela Marinha, com 1,2 mil, e pela Aeronáutica, com 900. A área de atuação do Exército na cidade será concentrada na zona sul, no centro, na região da Grande Tijuca e na parte da zona oeste, que corresponde à Baixada de Jacarepaguá. Fora da capital fluminense, ela inclui a Granja Comari, em Teresópolis; e o Resort Porto Belo, em Mangaraitba, onde ficará a delegação italiana. A Aeronáutica cuidará dos aeroportos e a Marinha fará a vigilância da costa da capital e da Baía de Guanabara. Entre as atribuições das Forças Armadas também está a segurança cibernética. 

A Polícia Civil dobrará o efetivo diário nas áreas que interessam à Copa, com mais de 900 agentes dedicados ao evento. O atendimento aos turistas será reforçado com 156 agentes com fluência em língua estrangeira. A Polícia Civil tem sido responsável por monitorar as redes sociais para prever possíveis manifestações e identificar suspeitos de envolvimento em protestos violentos.

Já a Polícia Rodoviária Federal vai empregar cerca de 800 policiais para patrulhar as cinco principais rodoviais de chegada à cidade. A PRF também vai compor as equipes de batedores que acompanharão as delegações e serão coordenadas pelas Forças Armadas. À Guarda Municipal caberá, entre outras atribuições, a tarefa de fiscalizar a publicidade irregular e a venda de produtos não autorizados, como cerveja, no entorno do Maracanã, com mais de mil homens por dia nas ruas. O reforço do Corpo de Bombeiros aumentou o efetivo para cerca de 1,2 mil homens em dia de jogo. A corporação, uma das principais responsáveis pelo plano de contingência do Maracanã, preparou grupos táticos que trabalharão ao longo das vias expressas para reduzir ao máximo possível o tempo de atendimento aos chamados.

PRESO PORTEIRO POR PRÁTICA DE ESTUPRO DE MENINA EM PRÉDIO NO BAIRRO DE TODOS OS SANTOS

A CARA DO ABUSO

Policiais da 26ª DP (Todos os Santos) prenderam, na manhã desta terça-feira (20/05), o porteiro Manoel Alexandre de Oliveira, 47 anos. Contra ele havia um mandado de prisão preventiva pelo crime de estupro de vulnerável, expedido pela 27ª Vara Criminal da Capital.

De acordo com o delegado Marcelo Ambrosio, titular da unidade, uma menina de 12 anos era molestada pelo autor quando brincava no condomínio onde mora com seus avós, local onde este era porteiro.

Quando a menina chegava da escola, o autor ia atrás dela e, nas áreas reservadas do prédio, agarrava amenina e passava a mão em seus seios e partes íntimas, tentando beijá-la. Tal fato perdurou por dois anos, até que a conduta do porteiro foi descoberta por um morador do condomínio, que presenciou suas investidas.

A menina disse que tinha medo de contar a seus familiares, pois morava com seus avós e tinha receio de o autor fazer mal a eles. Toda a investigação foi conduzida pela 26ª DP, o inquérito relatado com pedido de prisão preventiva, denunciado pelo Ministério Público e a prisão decretada.

segunda-feira, 19 de maio de 2014

VEÍCULO DOS CORREIOS É ASSALTADO EM NILÓPOLIS - DPCA PRENDE CRIMINOSOS E RECUPERA CARGA E CORRESPONDÊNCIA

ATAQUES A CAMINHÕES E VEÍCULOS DOS CORREIOS TEM SIDO CONSTANTES



Três presos por roubo de caminhão dos Correios

Os criminosos tentavam apagar indícios do crime queimando correspondências

19/5/2014



Policiais da Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA) prenderam, no início da tarde desta segunda-feira (19/05), Felipe P. de Oliveira, 22 anos, Marcos V. M. Lavinas, 22, e Dagnaldo C. da Silva, 23. Segundo o delegado titular da especializada, Gilson Perdigão, os três criminosos roubaram um veículo de carga dos Correios no município de Nilópolis, Baixada Fluminense, e deixaram o motorista do veículo nas proximidades do Morro do Chapadão. Os policiais abordaram o grupo em uma casa em Anchieta, zona norte do Rio.

Os criminosos tentavam apagar indícios da prática criminosa, queimando correspondências. No local foi recuperada parte da carga roubada pelo bando. Ainda segundo o delegado, os três criminosos foram autuados em flagrante por roubo triplamente qualificado previsto no artigo 157 § 2º, i,ii e v do código penal sujeito à pena de quatro a 10 anos de reclusão podendo ser aumentada de 1/3 até a metade.

Fonte: Site da Polícia Civil

 - Ricardo França


SEGURANÇA DE RUA É BALEADO EM COPACABANA E VAI A ÓBITO NO MIGUEL COUTO


"SEGURANÇA DE RUA" ?

LAMENTÁVEL a morte de um rapaz de apenas 23 anos. Luiz Alberto foi baleado com dois tiros, um deles na cabeça ao tentar se abrigar dentro de um RESTAURANTE na Rua Inhangá em Copacabana.

Segundo a matéria do Jornal O Dia, o jovem era 'SEGURANÇA DE RUA', e ainda segundo o Jornal, o Adjunto da 12a. DP declarou que a morte pode estar relacionada com a tentativa de evitar o tráfico de drogas no local, e que a vítima, momentos antes, havia discutido e agredido um rapaz que fazia do local ponto de venda de drogas.

UMA SUCESSÃO DE ABSURDOS

PRIMEIRO ABSURDO: Em Copacabana, Bairro nobre e turístico da Cidade, alguém consegue fugir  depois de balear uma pessoa. Onde o policiamento preventivo e ostensivo. Não havia nenhuma viatura no raio de ação do crime ?

SEGUNDO ABSURDO: A vítima era SEGURANÇA de RUA ? Que profissão é essa que eu "desconheço" ? ATÉ ONDE SEI E A CONSTITUIÇÃO DETERMINA, a área pública, RUA, só pode ser policiada por autoridade constituída. É FUNÇÃO EXCLUSIVA DA POLÍCIA, fazer a segurança. SEGURANÇA PARTICULAR só se admite em área privada, ou eventos públicos devidamente registrada e supervisionada. 

TERCEIRO ABSURDO: A vítima reprimia um ponto de VENDA DE DROGAS NO LOCAL ? Onde nós estamos, me BELISQUE pois, em COPACABANA, RIO DE JANEIRO, BRASIL, Planeta Terra NÃO PODE SER ! OU PODE ?
=====================================================================

Segurança baleado em restaurante de Copacabana morre no hospital

Luiz Alberto Ferreira Filho, 23 anos, chegou a ser levado para o Miguel Couto, na Gávea, mas não resistiu aos ferimentos

Rio - O segurança de rua Luiz Alberto Ferreira Filho, 23 anos, não resistiu aos ferimentos e morreu por volta das 6h20 desta segunda-feira, de acordo com informações da Secretaria Municipal de Saúde. Ele foi baleado na noite de domingo dentro de um restaurante na Rua Inhangá, em Copacabana, na Zona Sul.

Luiz Alberto foi baleado na cabeça e no braço direito. Ele chegou a ser encaminhado para o Hospital Municipal Miguel Couto, na Gávea, onde foi operado, mas acabou falecendo. O crime ocorreu por volta das 21h e foi praticado por um homem de cerca de 20 anos que chegou de bicicleta e fez pelo menos quatro disparos.

Houve pânico na hora, já que Luiz Alberto tentava se abrigar no interior do comércio que estava cheio clientes no momento. Imagens do circuito de segurança de estabelecimentos e de prédio vizinhos, que podem ter registrado toda a ação, serão solicitadas.

Delegado-adjunto da 12ªDP, Eduardo Miranda afirma que a tentativa de evitar a venda de entorpecentes na rua pode ter motivado o crime. Ele diz que investigações da própria delegacia já davam conta de que havia um ponto de venda de drogas na rua, principalmente de ácidos e de êxtase. De acordo com Miranda, relatos de testemunhas dizem que cerca de 40 minutos antes dos disparos, a vítima teria discutido com o criminoso que teria levado um tapa no rosto do segurança.

ASSASSINATO DE TAXISTA NA BARRA - IDENTIFICADO E OUVIDO O PM SUSPEITO DO CRIME

R$ 100,00 - O PREÇO DE UMA VIDA ?!!


Foto de O Dia - O taxista assassinado, ao lado da irmã, e com as três crianças que agora estão órfãos de pai.
ELE NEGA - DELEGACIA DE HOMICÍDIOS INVESTIGA

Já foi identificado pela DELEGACIA DE HOMICÍDIOS como sendo um Policial Militar lotado na UPP da Cidade de Deus o homem suspeito de ter assassinado o taxista Rafael José Rodrigues da Silva de 31 anos. O crime aconteceu  em frente ao Barra Music, na madrugada do último sábado, 

Através da informação e depoimento de testemunhas do crime, a Divisão de Homicídios (DH) chegou ao policial suspeito que não teve a sua identidade revelada. Ele foi ouvido ontem, mas, negou envolvimento ou autoria no crime.

Segundo testemunhas, a versão mais forte até o momento, é de que houve uma briga por discordância quanto ao preço que Rafael cobraria para passar por uma blitz da Lei Seca com o carro do policial. Foi pedido o valor de R$ 100,00, sendo que, após passar pela Blitz o taxista voltaria a pé para a porta da Casa de Show, enquanto o PM assumiria, mesmo alcoolizado, a direção do seu carro. Segundo testemunhas, o homem que cometeu o crime, apontado como policial, foi até o seu carro, pegou uma arma e voltou, tendo disparado e morto o taxista.

UMA FAMÍLIA DE PMs

O Taxista morto tem vários parentes na Polícia Militar, entre eles cunhados e a própria irmã. Isso por certo vai contribuir para o esclarecimento mais rápido do ocorrido.

UMA FAMÍLIA ABALADA

Rafael Rodrigues deixa três órfãos. Dois do primeiro casamento, e que já eram órfãos de mãe, e uma criança de pouco mais de um ano do atual casamento.

É a violência banalizada, é a insistência das pessoas em ingerir álcool e querer misturar com direção, e a mais completa e absoluta desvalorização das LEIS e do respeito pela VIDA, campeando e gerando sofrimento.

007contraocrime - E sempre a favor da VIDA.

domingo, 18 de maio de 2014

MORANDO COM O INIMIGO - INTERPOL PROCURA CRIMINOSOS QUE VIVEM NO BRASIL

PEDÓFILOS, ASSASSINOS, TRAFICANTES, CRIMINOSOS DE GUERRA E TERRORISTAS 
A INTERPOL ESTÁ PROCURANDO 19 FORAGIDOS DA JUSTIÇA INTERNACIONAL  
UM DELES PODE SER SEU VIZINHO !

Interpol no Rio está à procura de 19 foragidos em outros países - Na lista de pessoas nascidas no estado, há casos de homicídio, corrupção e até pedofilia.
HERCULANO BARRETO FILHO