Google+ Followers

segunda-feira, 15 de agosto de 2011

BRINQUEDO ASSASSÍNO – JOVEM MORRE EM PARQUE DE DIVERSÕES ATINGIDA POR “CARRINHO VOADOR”.

PARQUE SEM ALVARÁ E COM BRINQUEDOS APARENTANDO MÁ CONSERVAÇÃO FUNCIONAVA EM VARGEM GRANDE - BARRA DA TIJUCA.

A ida a um Parque de Diversão, o Glória Center Parque de Diversões, em Vargem Grande, na Zona Oeste do Rio, terminou em tragédia para a jovem Alessandra da Silva Aguilar, de apenas 17 anos, que morreu de forma instantânea, quando se encontrava na fila de ingressos para andar no brinquedo que acabou sendo o causador de sua morte.

Um dos carrinhos do brinquedo conhecido por “Tufão” se desprendeu, e com jovens em seu interior, despencou indo cair sobre a jovem. Nove pessoas ficaram feridas e duas estão internadas no Hospital Miguel Couto com Traumatismo Craniano.

Detalhe: O PARQUE NÃO TINHA LICENÇA PARA FINCIONAR, mas, já estava com as portas abertas por duas semanas. O domingo do Dia dos Pais foi triste para toda a família de Alessandra, e, seu pai, que esteve no local da tragédia, encontrava-se abalado.

O Corpo de Bombeiros diz que a direção do Parque apresentou o laudo técnico assinado por um engenheiro e que o local foi vistoriado, sendo liberado, mas, como a documentação não foi encaminhada para análise da Prefeitura, o Parque não poderia funcionar, estando, portanto, em situação irregular.

A Perícia vai dizer se os brinquedos estão mesmo em condições precárias, com ferrugem e peças soltas, conforme fotos publicadas deixam transparecer. Os proprietários do Parque serão processados por Homicídio Culposo.

Ficam as seguintes perguntas: Como um Parque de Diversões funciona em Plena região da Barra da Tijuca, sem licença por duas semanas?  Já não passou da hora de serem revistos estes critérios de liberação de eventos desse tipo, sendo utilizado mais rigor, diante dos inúmeros casos de acidentes que ocorrem? Quem abre um Parque sem autorização, não deve responder por Homicídio Doloso, quando, diante de sua atitude de expor a vida de terceiros, uma morte realmente acontece?

Nenhum comentário: